Por Marília Ribeiro Em Notícias Atualizada em 07 FEV 2018 - 09H36

Homenagem ao Padre Vítor vai destacar o legado do grande Servo de Deus

Entre os dias 7 e 10 de fevereiro o Santuário de Aparecida estará homenageando o padre Vítor Coelho de Almeida. A 7º Romaria à Casa da Mãe, dedicada ao missionário, tem início com o tríduo no dia 7 e segue até o dia 9, sempre às 9h, em torno do Altar Central, convidando os devotos a refletirem sobre os ensinamentos do servo de Deus.  No dia 10, o grande dia da Romaria, a santa missa em honra ao padre Vítor será celebrada às 18h.


O responsável pelo Memorial Redentorista, irmão José Mauro Maciel, salientou que neste ano a oração pelo padre Vítor se torna ainda mais importante, pois em agosto será comemorado os 100 anos da consagração religiosa redentorista do missionário.

Rezar com o padre Vítor e aprender com o padre Vítor significa levar em frente o compromisso missionário de todo ser batizado e batizada, esse é o legado que ele deixou através dos seus escritos e da sua vida”, ressaltou o irmão redentorista.

Durante os dias 7 a 10 de fevereiro temas como o Servo da Palavra do Senhor, Servo da Misericórdia, Servo da Copiosa Redenção e Servo da Caridade serão apresentados aos devotos reforçando a memória do Missionário Redentorista, que está em processo de beatificação desde outubro de 1998.

Irmão Mauro Maciel explicou cada um dos temas para os dias do Tríduo e Romaria e sublinhou o que os devotos podem aprender com cada um deles:


"Pe. Vitor Coelho de Almeida: Servo da Palavra do Senhor – O missionário redentorista padre Vitor foi um grande pregador da Palavra, mas para ser um pregador da Palavra, requer do cristão uma preparação apropriada. E o padre Vítor se preparou muito para isso. Iniciou a sua formação para missionário redentorista desde garoto, teve a sua preparação em teologia e filosofia na Alemanha e por sua experiência pessoal, tinha uma capacidade muito grande de oratória. Com um linguajar simples e profundo ele tinha a capacidade de convencer as pessoas, ele tinha o dom de proclamar a Palavra de Deus, quer dizer, com a voz do padre Vítor a palavra de Deus ganhava um tom especial, um jeito novo de convencer as pessoas a mudar de vida

Pe. Vitor Coelho de Almeida: Servo da Misericórdia - O padre Vítor sempre enfatizava a questão “Eu sou filho da Misericórdia Divina”, logicamente que todos os cristão são filhos e filhas da Misericórdia Divina, agora com o padre Vitor, como acontece com os santos e as santas de Deus, a misericórdia é um jeito de perceber o amor de Deus, com um amor naturalmente misericordioso. E o que é importante ter a consciência é de que não basta saber da misericórdia de Deus, tem que reconhecer a misericórdia, aceitar que é misericórdia e tem que colaborar para que essa misericórdia de Deus faça efeito em nossa vida.

Por isso o padre Vítor dizia sempre “Eu sou filho da misericórdia de Deus e por isso aprendia a ser misericordioso”. Então quer dizer, ele conseguiu ao longo da vida, fazer a experiência do amor misericordioso de Deus, e assim ele se sentia capaz de ouvir as pessoas, entender as pessoas, e quem sabe convencer as pessoas sobre a Misericórdia Divina.

Pe. Vitor Coelho de Almeida: Servo da Copiosa Redenção – Esse tema serve para enfatizar a figura do missionário redentorista que o padre Vitor foi e continua sendo, com grande significado na história da Congregação Redentorista. Então a Copiosa Redenção foi entendida pelo padre Vítor com algo que é abundante, é por inteira, ela vem com fartura. Fazendo uma leitura dos ensinamentos do padre Vítor a Redenção vem salvar a pessoa por inteiro, por isso ele era tão preocupado com a saúde física, a saúde psicológica, com a saúde da inteligência humana e com a saúde do espírito das pessoas, para que a vivência da fé fosse plena.

Pe. Vítor Coelho de Almeida: Servo da Caridade – A caridade para o pe. Vítor era aceitar Deus Pai criador, o Deus Salvador Jesus Cristo e o Deus santificador o Espírito Santo.  Para o padre Vítor a caridade é a interação do criador, do salvador e do santificador que é o Espírito Santo na vida do cristão, que impulsiona para uma vivência de fraternidade e responsabilidade cristã, sempre buscando se preocupar, rezar, torcer e ajudar na salvação de uns para com os outros. Essa era a essência da Caridade para o padre Vítor, concluiu o irmão Mauro Maciel.

A celebração do Tríduo nos dias 7, 8 e 9 às 9h e da Romaria no dia 10, às 18h, podem ser acompanhadas pela Rede Aparecida de Comunicação ou pelo portal A12.com no Santuário ao Vivo.


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Marília Ribeiro, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.