Por Marília Ribeiro Em Notícias Atualizada em 20 ABR 2018 - 09H40

Missa de Ação de Graças marca o encerramento da 56ª Assembleia dos Bispos

Nesta sexta-feira (20) os cardeais, arcebispos, bispos diocesanos, bispos prelados, bispos auxiliares e coadjutores participaram da missa de Ação de Graças pelo encerramento da 56ª Assembleia dos Bispos do Brasil, em torno do Altar Central de Nossa Senhora Aparecida. A celebração foi presidida pelo presidente da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) e arcebispo de Brasília, Dom Sérgio da Rocha.

Em sua homilia Dom Sérgio enfatizou o agradecimento a Deus pelos dias de comunhão, estudos e pronunciamentos, especialmente pelas discussões relacionadas à formação dos presbíteros, tema principal da Assembleia deste ano.

“Agradecemos ao Senhor pelos vários estudos e pronunciamentos que foram aprovados nessa Assembleia e pelo valioso documento sobre a formação dos presbíteros, que como sabemos é de grande importância para a formação dos novos e atuais sacerdotes”.

O presidente da CNBB também lembrou o Ano do Laicato, destacando a importante contribuição dos leigos para a Igreja e a Sociedade.

Leia Mais56ª Assembleia da CNBB: Bispos enviam mensagem ao povo de DeusAssembleia aprova destinar 40% dos recursos do FNS ao serviço caritativo com os venezuelanosCelebração ecumênica encerra 7º dia de assembleia da CNBBJovem testemunha para bispos em Assembleia da CNBB“Continuamos a louvar a Deus pelo Ano do Laicato, agradecendo por tantos leigos que se dedicam no trabalho da nossa Igreja... Nós somos e queremos ser sempre uma Igreja que compartilha a experiência do encontro com Cristo ressuscitado”.

Fazendo referência à liturgia de hoje, Dom Sérgio chamou a atenção para o comprometimento que Deus espera de cada cristão. “Deus conta conosco, Ele continua a repetir a nós, aquilo que disse a Ananias, levanta-te e vai (At 9, 11)”.

Desde o dia 11 de abril mais de 400 bispos estiveram reunidos no Centro de Eventos Padre Vítor Coelho de Almeida, para importantes discussões e definições que impactarão na caminhada de evangelização da Igreja Católica.

Durante os 10 dias de Assembleia foram abordados temas como a formação dos presbíteros, o protagonismo dos leigos, o sínodo dos jovens, o trabalho da igreja junto às mídias católicas, os desafios para o diálogo e ecumenismo entre as religiões no Brasil, os desafios pastorais nas metrópoles, além da emissão uma mensagem sobre as eleições 2018, destacando a missão de todos os cristãos para uma mudança à Luz do Evangelho:

“Exortamos a população brasileira a fazer desse momento difícil uma oportunidade de crescimento, abandonando os caminhos da intolerância, do desânimo e do desencanto. Incentivamos as comunidades eclesiais a assumirem, à luz do Evangelho, a dimensão política da fé, a serviço do Reino de Deus”.

Clique aqui para ler a mensagem na íntegra.


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Marília Ribeiro, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.