Por Redação A12 Em Notícias

Missa do Crisma: “O óleo é sempre sinal da Misericórdia de Deus”

O Santuário Nacional de Aparecida reuniu na manhã desta quinta-feira (24) todo o clero da Arquidiocese de Aparecida, juntamente com membros das congregações religiosas, fieis da Igreja particular de Aparecida e inúmeros romeiros de Nossa Senhora para celebrar a Missa do Crisma.

A Eucaristia foi presidida pelo arcebispo de Aparecida, Cardeal Dom Damasceno Assis, e contou também com a presença de Dom Darci Nicioli, bispo eleito da Arquidiocese se Diamantina (MG).

missa_do_crisma_2016_gustavo_cabral_2

Durante sua homilia, o cardeal ressaltou a importância da celebração do Crisma como sinal da unidade da Igreja: “A missa do Crisma, nesta manhã, é um sinal de comunhão dos sacerdotes entre si e com os fiéis leigos da Igreja particular e de todos com o seu pastor, o bispo diocesano”.

Dom Damasceno explicou também que na Missa do Crisma acontece a renovação ministerial dos sacerdotes, já que neste dia de início do Tríduo Pascal – a quinta-feira santa – se celebra a instituição da Eucaristia.

“Os presbíteros concelebrantes irão renovar seus compromissos sacerdotais assumidos no dia da sua ordenação com o propósito de permanecer, com a ajuda de Deus, fiéis a sua vocação e de colocar sua vida a serviço do povo de Deus” afirmou, acrescentando:

“Peçamos a Deus a sua ajuda para que, ao renovar os compromissos sacerdotais, feitos no dia da ordenação sacerdotal, possamos testemunhá-los com nossa conduta de vida”.


 

Santos Óleos

Segundo o arcebispo de Aparecida, “os santos óleos acompanham os cristãos durante toda a vida: desde o Batismo, até o momento no qual nos preparamos para o encontro definitivo com Deus. (...) Em vários sacramentos, o óleo é sempre sinal da misericórdia de Deus. Nesta Missa do Crisma, a consagração dos santos óleos se dirige, de modo particular, a nós sacerdotes. Os santos óleos nos falam de Cristo que Deus ungiu Rei e Sacerdote, o qual nos tornou participantes de seu sacerdócio, de sua unção, na nossa ordenação sacerdotal”.

Após a homilia, os sacerdotes renovaram as promessas feitas no dia de sua ordenação. Em seguida, foi dada a bênção dos santos óleos que serão utilizados durante todo o ano nas paróquias e casas religiosas da Arquidiocese: óleo dos enfermos, dos catecúmenos e do crisma. Ao final da celebração, cada padre ou religiosa responsável por paróquias e instituições católicas receberam os óleos.

4 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.