Por Elisangela Cavalheiro Em Notícias

Museu guardião da memória de Aparecida completa 60 anos

Museu Nossa Senhora Aparecida | Seis décadas mantendo viva a história da devoção à Padroeira do Brasil.

O Santuário Nacional de Aparecida rendeu graças nesta segunda-feira (05) pelos 60 anos de existência do Museu Nossa Senhora Aparecida. Passagem garantida de milhares de romeiros que visitam a Casa da Mãe Aparecida, o Museu é considerado o guardião da memória devocional e histórica de Aparecida.

A missa das 9h, no Altar Central, presidida pelo Missionário Redentorista padre José Uilson Júnior, ecônomo adjunto do Santuário Nacional, contou com a presença de todos os colaboradores do Museu.

Na homilia, o religioso lembrou a colaboração da professora Conceição Borges Ribeiro e de como o seu gesto originou a criação de um museu responsável pela memória histórica da devoção à Padroeira do Brasil.

“Dona Conceição começou a formar e a juntar peças para a sua coleção. Ela acreditou que valia a pena divulgar a história de nossa cidade, a história de nosso povo, de que valia a pena divulgar a devoção a Nossa Senhora Aparecida”, destacou padre Uilson Júnior. 

A fundação do Museu está diretamente ligada ao empenho de Dona Conceição que reuniu e doou ao Santuário Nacional a primeira coleção exposta ao público no dia 08 de setembro de 1956, data que marca a criação do Museu.

Foto de: A12.com

Rafaela Vicente Museu Nossa Senhora Aparecida

“Pra nós é uma grande honra estar
presente nos 60 anos de história
[do Museu]"
, afirmou 
Rafaela Vicente, monitora cultural. 

Rafaela Vicente, monitora cultural do Museu acredita que o espaço tem sua importância ao guardar não somente a história de uma cidade, mas a devoção que se espalhou por todo um país.

“Celebrar os 60 anos do Museu é muito emocionante porque é uma história que não é só de Aparecida é uma história do Vale do Paraíba e mesmo do Brasil”, refletiu. “Pra nós é uma grande honra estar presente nos 60 anos de história, que começou com Dona Conceição e sua curiosidade", completou a colaboradora.

Entre as peças expostas no Museu as que mais emocionam os devotos, de acordo com a monitora, são as correntes do milagre do escravo Zacarias e pedra retirada da Matriz Basílica, que reconta a história do cavaleiro que desafiou Nossa Senhora. 

Serviço - O Museu de Nossa Senhora Aparecida funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h30, aos sábados das 7h às 18h e domingos das 7h às 15h30. Os ingressos custam R$ 6,00 e o visitante tem acesso às exposições e ao mirante da torre da Basílica.

 Veja também

:: Santuário inaugura exposição “Coleção Santa Gertrudes de Imagens Paulistas do Século XVII”

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Elisangela Cavalheiro, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.