Por Elisangela Cavalheiro Em Notícias

Novena da Tarde: O caminho do serviço é o caminho para chegar à eternidade

“Maria sinaliza os caminhos da graça”

Neste sábado, 10, o Santuário Nacional chega ao oitavo dia da Novena em preparação à Festa da Padroeira do Brasil. Neste penúltimo dia os fiéis são convidados a refletir o tema ‘Maria: Mãe e sinal do amor eterno!’.

Presidiu a Novena da Tarde o Missionário Redentorista padre Paulo Roberto Gonçalves, C.Ss.R., do Santuário São Geraldo de Curvelo (MG), Província Redentorista do Rio de Janeiro e, concelebraram os padres José de Lima Torres, C.Ss.R., do Secretariado Vocacional Redentorista, padre Marcelo Conceição Araújo, C.Ss.R., do Noviciado Redentorista em Tietê (SP) e o reitor do Santuário Nacional, padre João Batista de Almeida, C.Ss.R.

A novena desta tarde convidou os fiéis a refletir sobre o amor maternal de Maria e o sentido de eternidade que esse amor traz. Maria como a mulher do 'sim', aquela que entregou totalmente a sua vida a Deus, ensina que o caminho do serviço é o caminho para chegar à eternidade. “Maria se fez como servidora de Deus e como modelo de amor aos irmãos e irmãs”, disse o presidente da celebração em sua reflexão. 

Nossa Senhora ousou olhar nos olhos de Deus e amá-lo para todo o sempre. Essa atitude de Maria deve estar clara para quem deseja seguir os seus ensinamentos, indicou padre Paulo. “Não fosse a presença de Maria na nossa história de vida, [mostrando] ao nosso coração com a sua bela e encantadora presença, com seu silêncio, com sua reverência ao mistério maior de amor, nós não estaríamos aqui celebrando o oitavo dia de preparação para a festa daquela que vocês, que nós, escolhemos carinhosamente como Padroeira do Brasil, a Mãe Aparecida”, assinalou.

Por esses gestos benevolentes de Maria, padre Paulo lembrou que os fiéis podem sentir-se “filhos de um amor maior” e consequentemente sentir-se como “irmãos e irmãs uns dos outros”.

“Somos sim, meus irmãos e minhas irmãs, frutos do amor e da eternidade de Deus e Maria sinaliza de maneira singela e simples, livre e criativa, a presença desse sinal da eternidade de Deus para nós. Ela é sinal da Mãe, ela é sinal do amor, ela é sinal da própria presença de Deus para nós. Trazendo-nos a certeza de que Deus nos ama, sinaliza para nós os caminhos da graça”, sublinhou.

Da leitura do Evangelho de Marcos 10, 35-45, padre Paulo refletiu que o despojamento é convite para aqueles que desejam se “comportar como Maria diante do amor de Deus”.

“Jesus nos ensina que não devemos pretender os primeiros lugares. É preciso que estejamos com o coração aberto, repousados no território da humildade. É preciso abrir mão e desvestir-se do orgulho, das nossas vaidades, dos nossos desejos de grandeza, das nossas arrogâncias”, completou.

8º dia da Novena da Tarde (credito Ivan Simas)

A novena contou com a presença de membros da Obra do Berço, das Obras Sociais Redentoristas, Equipes de Nossa Senhora e do Encontro de Casais com Cristo, que contribuíram com a doação de mantimentos na procissão das ofertas.

Ao final da celebração, os fiéis renovaram a sua consagração à Mãe Aparecida e fizeram a sua homenagem pessoal depositando flores aos pés da Imagem no Altar Central.

Romeiros agradecem graças

Neste sábado, um grande número de pessoas começa a tomar todo o Santuário Nacional. Romeiros de todas as partes do país e até do exterior, visitam a Casa da Mãe para demonstrar seu amor e devoção. 

Dona Ana de Timóteo, Minas Gerais (credito Ivan Simas)Entre esses romeiros, dona Ana Mattos de Timóteo (MG) que há quinze anos participa da novena e do dia da solenidade, contou que depois que o marido faleceu há alguns anos, o filho começou a depender da bebida e das drogas e depois de muito rezar conseguiu alcançar uma graça para ele. Depois disso, vem a cada ano para agradecer a Mãe Aparecida.

“O que me traz aqui é muita fé que eu tenho. Eu calejei o meu joelho de tanto rezar e fazer promessa pra Nossa Senhora Aparecida e entregar ele [filho] ao Divino Espírito Santo, e hoje tem onze anos que ele largou. Tudo isso eu devo a Nossa Senhora. Então, eu venho aqui e achei que esse ano não ia dá pra eu vir, mas graças a Deus eu estou aqui e estou agradecendo a Deus”. 

 

Dona Angela e sua amiga de Timóteo, Minas Gerais (credito Ivan Simas)Outra devota da mesma caravana de Timóteo (MG), dona Angela, estava com inúmeras velas ao seu lado e aguardava com expectativa o início da Novena para poder entregar as graças alcançadas, não só para ela mas para outras pessoas, as quais ela comprou velas.

“Tenho muita fé em Nossa Senhora Aparecida, tudo que eu peço eu consigo mesmo. Todo ano eu quero vir. Já tem oito anos que venho direto. Eu trouxe velas de pedidos de vários vizinhos, pedidos de meus amigos, de um grupo de oração que eu participo. Então, eu trouxe vários pedidos não só pra mim e pra minha família, mas pra todos que me pediram”.

A Novena da Padroeira segue até domingo (11) com celebrações às 15h e às 19h além das missas diárias do Santuário Nacional.

Acompanhe a programação da novena em preparação a Festa da Padroeira do Brasil e as celebrações transmitidas pela TV Aparecida.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Elisangela Cavalheiro, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.