Por Tatiana Bettoni Em Notícias

“Pentecostes é festa da vida e da unidade”, diz Dom Darci no Santuário Nacional

O celebrante ressaltou o encontro de hoje entre Papa Francisco, o presidente israelense e o líder da Autoridade Nacional Palestina

Dom Darci_missa de PentecostesCom a Basílica lotada de fiéis, Dom Darci José presidiu a Santa Missa da Solenidade de Pentecostes nesta manhã de domingo (08). Inspirado pelo exemplo e pelas palavras de Papa Francisco, o bispo auxiliar da Arquidiocese de Aparecida lembrou os fiéis que Pentecostes é festa da vida e da unidade.

“Recordemos o Espírito Santo que criou o mundo, lembremos da criação, quando tudo foi criado pelo Espirito de Deus. Deus soprou e pelo hálito de Deus fomos criados, e somos filhos e filhas do Espírito Santo”, iniciou sua homilia. E prosseguiu dizendo que a Igreja sem o Espírito é morta. “A Palavra de Deus sem o Espírito não tem sentido. A missão sem o Espírito é só propaganda. A moral, só uma obrigação de escravos. A liturgia, só um teatro. É o Espírito Santo que nos congrega, nos anima, nos impulsiona e nos faz ser verdadeiramente Igreja, povo de Deus”.

Ressaltado a festa da vida e da unidade que envolvem Pentecostes, o celebrante ressaltou o encontro de hoje entre Papa Francisco, o presidente israelense, Shimon Peres, e o líder da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas.

 

Não existe verdade na nossa fé se amamos a Deus, que não vemos, e não amamos o irmão, que vemos!

“Neste dia de Pentecostes, o Santo Padre dá um grande testemunho: reúne no Vaticano o presidente de Israel e o presidente da Autoridade Palestina, dois povos irmãos que há muito buscam viver em paz. Vivem uma guerra, e o Papa os convidou para rezar. Não nos deixemos roubar do amor fraterno. Oxalá Pentecostes seja unidade entre os povos, motivação para vencermos nossas diferença, tanto na vida pessoal como na comunidade, como na relação entre os povos!”, exortou.

As palavras de Papa Francisco também foram citadas pelo bispo: “O Papa disse: ‘não nos deixemos roubar a alegria da evangelização’. Não cabe que o cristão tenha cara de tristeza, cara azeda. É preciso que tenhamos o Espírito Santo de Deus. Aceitemos o desafio do encontro. Não existe verdade na nossa fé se amamos a Deus, que não vemos, e não amamos o irmão, que vemos!”, finalizou Dom Darci.

Ao final, pediu que o fiéis se virassem para o nicho que abriga a Imagem de Nossa Senhora Aparecida pedindo a intercessão da “esposa do Espírito Santo” para que a Igreja não seja mundana: “Mãe Aparecida, nos ajude a ser Igreja de Jesus Cristo, e não uma Igreja com espiritualidade vazia. Que assim seja, Amém!”

[Leia e medite sobre o Evangelho deste domingo]

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Tatiana Bettoni, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.