Por Priscila Ferreira Em Notícias Atualizada em 14 OUT 2019 - 09H10

Peregrinação: Caminho para transformação

Ao som da música 'A viagem', 40 peregrinos chegam ao Santuário Nacional de Aparecida. De longe, já era possível ver a alegria e emoção de todos ao cantar: “Eu vim de longe pra encontrar o meu caminho; Tinha um sorriso e o sorriso ainda valia. Achei difícil a viagem até aqui, mas eu cheguei, mas eu cheguei”.

O grupo veio da Paróquia Imaculada Conceição, do Recreio dos Bandeirantes, no Rio de Janeiro. Saíram de sua terra no dia 28 de setembro e chegaram ao Santuário no dia 10 de outubro. O caminho ultrapassou 300 km e teve como objetivo propagar a devoção à Nossa Senhora Aparecida, unir oração, peregrinação e missão.

"O percurso nosso é sempre com paradas em comunidades católicas. Esse caminho, que queremos dar o nome de 'Caminho de Maria', são intervalos muito bons de parada e mobilizam toda a comunidade local. Sempre celebramos missas na Matriz ou na capela da comunidade. Fazemos também as festas dos padroeiros como São Francisco de Assis".

Priscila Ferreira
Priscila Ferreira


O pároco
André Vilar de Moraes Martins ainda explica que a peregrinação ensina simplicidade, paciência, a ver a bondade de Deus, a sua providência todos os dias. Os temas refletidos diariamente, como a oração da Salve Rainha, reforçam esses aprendizados.

Testemunhos de transformação


No final, o caminho todo teve o formato de um M, sem nenhum planejamento para isso. A cada sinal de fé como esse, os valores dos peregrinos eram ainda mais fortalecidos: “Realmente ter feito essa peregrinação foi um divisor de águas. Você saber o que é abraçar uma comunidade, saber o que é ter um alento, um carinho. A gente vai rezando, vai se encontrando com o outro”, explica Soraya Estrella.

Márcio Vieira Bellete decidiu ir em peregrinação, sem nenhuma pretensão de fazer um pedido específico, mas desejava agradecer todas as graças recebidas diariamente“E o resultado da peregrinação foi muito mais do que eu esperava. Eu acho que eu ainda não consigo avaliar em termos espirituais o que essa caminhada mudou na minha vida porque a todo momento você vê a força que brota da fé. ”

Força essa que possibilitou com que Miriam Izidro Freire, de 66 anos, conseguisse concluir o trajeto. E desejar que esse caminho possibilite ainda mais mudanças: “Eu espero que eu saia melhor do que eu vim porque o que eu passei, dores no joelho, na lombar. Tinha dias que eu não conseguia andar. Tinha que segurar no cajado, ele que me trazia, com a ajuda dos meus colegas. Então, eu tenho que me tornar uma pessoa melhor.

Priscila Ferreira
Priscila Ferreira


Declare seu amor à Mãe Aparecida


1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Cadastre seu email
Receba novidades sobre a novena e festa

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Priscila Ferreira, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.