Por Santuário Nacional Em Notícias Atualizada em 01 SET 2017 - 09H08

Preservação ecológica é preocupação do Santuário de Aparecida

Por Victor Hugo Barros

Desde o ano de 2016, o Papa Francisco instituiu o dia 1º de setembro como Dia Mundial de Oração pelo Cuidado da Criação. A data, segundo o Pontífice, foi pensada para “oferecer a nossa contribuição à superação da crise ecológica que a humanidade está vivendo”. Pensando neste cuidado, o Santuário Nacional mantém áreas verdes, que além de terem uma função ambiental, ainda contribuem para a estética e o lazer. Um destes espaços é a Cidade do Romeiro. O local, idealizado para acolher religiosos e peregrinos, conta com amplas áreas verdes de 177 mil m².

Victor Hugo Barros
Victor Hugo Barros
Área verde na Cidade do Romeiro em Aparecida

Para manter o ambiente organizado, uma equipe de cinco colaboradores trabalha diariamente na conservação das plantas. O serviço atua de diversas formas na manutenção das espécies. “Como o jardim é planejado, ele foi pensado especialmente para o local em que está. Há um sistema de irrigação monitorado e manual, além dos trabalhos de adubação e poda.”, destaca o técnico responsável pelo espaço, Pedro Henrique de Oliveira.

O trabalho de ambientação é realizado no espaço desde 2011, quando a Cidade do Romeiro começou a ser construída. Assim como o Hotel Rainha do Brasil, que também está nas dependências do complexo, os jardins também atuam de forma sustentável, utilizando nos lagos e no sistema de irrigação água captada da chuva.

Nestes mesmos lagos, vivem cisnes negros e gansos de diversas espécies, que chamam atenção, sobretudo das crianças. “Cuidamos dos animais realizando um controle diário de doenças, garantindo a saúde das aves, além da alimentação controlada e vacinação.”, conta Oliveira.

A conservação impressiona o público, que por vezes ainda pede dicas de jardinagem aos colaboradores do espaço, conforme recorda o técnico. “Algumas pessoas costumam comparar nossos jardins com os de outros grandes pontos turísticos do mundo, e dizem que não deixamos a desejar. Geralmente eles ainda aproveitam para pedir algumas dicas de jardinagem, chegando até a manter contato conosco depois para comentar sobre os resultados. Para nós é muito gratificante!”, explica.

Além do Hotel Rainha do Brasil, o Centro de Reuniões Santo Afonso de Ligório também está situado na área dos jardins da Cidade do Romeiro. A construção integra o complexo de acolhimento mantido pelo Santuário Nacional, proporcionando melhor infraestrutura para os peregrinos que vêm à Aparecida.

A entrada na Cidade do Romeiro é gratuita, se figurando como mais um espaço de visitação turística no município.

Leia também: Semana do Meio Ambiente apresenta as ações sustentáveis do Santuário de Aparecida


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Santuário Nacional, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.