Por Polyana Gonzaga Em Notícias

Romaria da Arquidiocese de São Paulo: 114 anos de história, peregrinação e fé

Em uma demonstração de fé e tradição, a 114ª Romaria da Arquidiocese de São Paulo reuniu centenas de fiéis no Santuário Nacional de Aparecida neste domingo (03).

Foto de: Flávia Gabriela

Romaria da Arquidiocese de São Paulo - Foto Flavia Gabriela

Com o tema ‘Virgem Mãe Aparecida, velai por nossas famílias’, o arcebispo metropolitano de São Paulo, Cardeal Odilo Pedro Scherer, os bispos auxiliares e padres da Arquidiocese participaram da Santa missa das 10h, no Altar Central. Jovens representando as seis regiões episcopais da Arquidiocese entraram com bandeiras pelos corredores da basílica em direção ao altar.

Dom Odilo Pedro Scherer saudou a todos os religiosos, consagrados, aos leigos consagrados, fiéis da Arquidiocese de São Paulo e romeiros.

A romaria ao Santuário Nacional é uma tradição da Arquidiocese de São Paulo, que preparou um subsídio para uma vigília que foi feita nas paróquias antes da romaria.

Segundo o Cardeal, a romaria é tradição enraizada no coração da Igreja particular de São Paulo. “Já são 114 romarias. Esta é uma tradição antiga e um carinho que vem de longe do povo paulista, do povo do Estado de São Paulo”, afirmou o Cardeal.

Dom Odilo citou que Aparecida já pertenceu a Arquidiocese de São Paulo até 1958 e também lembrou os 270 anos da criação da Arquidiocese de São Paulo.

“Entregamos o nosso pedido nas mãos de Nossa Senhora Aparecida para que ‘velai por nossas famílias’, momento em que a Igreja demonstra um olhar especial com todas as famílias”.

O Cardeal citou a preocupação do Papa Francisco com as famílias ao convocar o Sínodo da Família, que deve ter sua etapa conclusiva em outubro próximo com a 14ª Assembleia Geral Ordinária. 

Voltado para a Imagem de Nossa Senhora Aparecida, Dom Odilo pediu a intercessão da Virgem por todas as famílias e aos fiéis reforçou a importância de ter Maria como mãe e padroeira das famílias.

“Sem a família as pessoas se sentem desamparadas. A família é necessária para que todos se sintam preparados e seguros. Tenham uma imagem ou um quadro de Nossa Senhora em casa, onde Ela possa estar presente em seu lar”, afirmou Dom Odilo pedindo ainda que as famílias possam se reunir para rezar o terço diariamente.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Polyana Gonzaga, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.