Por Santuário Nacional Em Notícias Atualizada em 06 MAR 2019 - 16H42

Santuário celebra missa de Cinzas e abertura da Campanha da Fraternidade

O Santuário Nacional celebrou, nesta quarta-feira (06), a santa missa de Cinzas, marcando o início da Quaresma, tempo de preparação para a Páscoa que, neste ano, cai no dia 21 de abril.  Nesse período da Quaresma, os cristãos são chamados à conversão e santificação e, para isso, são convidados à prática do jejum, da penitência e da oração.

As cinzas lembram o cristão da sua origem e seu fim. No momento da imposição das Cinzas, o celebrante diz a cada fiel uma das seguintes expressões: ‘Convertei-vos e crede no Evangelho’ ou 'Lembra-te de que és pó, e ao pó te hás de voltar’. Este sinal propõe ao fiel um caminho de conversão interior, com o desejo de seguir a Cristo crucificado e ressuscitado, praticando as virtudes da Quaresma.

Dom Orlando Brandes, Arcebispo de Aparecida e presidente da celebração, reforçou em sua homilia o significado deste tempo de preparação, dizendo: “a Quaresma é o inicio do nosso êxodo, saindo do nosso pecado e das nossas escravidões”.

Neste dia, a igreja do Brasil também celebra a abertura da Campanha da Fraternidade, trazendo para a reflexão em 2019 o tema ‘Fraternidade e Políticas Públicas’ e o lema ‘Serás libertado pelo direito e pela justiça’.

Thiago Leon
Thiago Leon


O Arcebispo afirmou que a Campanha é uma reflexão “pé no chão” e que cada cristão precisa refletir o tema proposto e conhecer o texto-base, para que a voz do pequeno tenha espaço e vez. “Precisamos conhecer, participar dos conselhos, das audiências públicas, das conferências, dos debates, dos fóruns. É preciso ocupar esses espaços onde a nossa voz, a voz do pequeno se manifesta e tem vez”, destacou.

::Dom Orlando Brandes explica tema da Campanha da Fraternidade

Dom Orlando também explicou o significado das políticas públicas, frisando que as leis devem ser do conhecimento de todos. “Políticas públicas são leis estaduais, federais e municipais em favor do pobre, do doente, do idoso. Leis já conquistadas pela sociedade, já conquistadas por pessoas da Igreja, da política, leis que já existem e nós não as conhecemos. Todas as leis são para o bem comum; são também obras de misericórdia”, concluiu.

::Dicas para falar da Campanha da Fraternidade de 2019 com crianças e adolescentes

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Santuário Nacional, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.