Por Victor Hugo Barros Em Notícias Atualizada em 30 JUN 2018 - 10H50

Santuário Nacional proclamado Basílica Menor há 38 anos

O dia 4 de julho está marcado na história do Santuário Nacional. Foi nesta data que o maior templo mariano do mundo acolheu pela primeira vez a visita de um Papa.  O ano era 1980 e, na oportunidade, São João Paulo II, então Pontífice, esteve em Aparecida (SP) para sagrar a nova Casa da Padroeira do Brasil.

CDM Santuário Nacional
CDM Santuário Nacional
Em 1980 São João Paulo II esteve em Aparecida (SP) para sagrar a nova Casa da Padroeira.

Uma multidão de 300 mil pessoas acompanhou a missa campal celebrada na área norte do Santuário Nacional, hoje conhecida como esplanada São João Paulo II. Entre os diversos sacerdotes que estiveram presentes naquele dia, estava o Missionário Redentorista padre Agostinho Frasson. Ele lembra com carinho o momento em que o Santo Padre ingressou no templo e rezou as orações próprias para o rito de dedicação do Altar.

“Foi impressionante a entrada do Papa com a comitiva de sacerdotes e cerimoniários que o ajudaram. Havia também quatorze seminaristas que iriam cantar um dos Salmos que estavam programados na celebração. Quando ele subiu os degraus do presbitério e bateu o báculo no chão, olhou pra mim. A emoção naquele momento de sagração foi muito pessoal.”

Leia MaisRelembre as palavras ditas por São João Paulo II na Casa da Mãe AparecidaAo fim da celebração, o papa abençoou o povo com a Imagem original de Nossa Senhora Aparecida e surpreendeu a todos, concedendo à nova igreja o título de Basílica Menor. O título honorífico concedido pelo Papa João Paulo II é o mesmo concedido a outras igrejas em diversos países do mundo. Acontece sempre que os templos são considerados importantes por diversos motivos, como a veneração que lhe devotam os cristãos, a transcendência histórica e a beleza artística de sua arquitetura. Já as Basílicas Maiores são quatro igrejas em Roma diretamente sob a autoridade papal.

Leia MaisConheça a Oração de São João Paulo II a Nossa Senhora AparecidaPassados 38 anos daquele dia histórico, a Casa da Mãe continua acolhendo os peregrinos que chegam para suas orações aos pés da Imagem encontrada nas águas do Rio Paraíba do Sul e para celebrar a vida ao redor do altar e da eucaristia.

2 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Victor Hugo Barros, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.