Por TV Aparecida Em Aparecida Debate Atualizada em 24 MAR 2020 - 16H54

Aparecida Debate trata o transtorno bipolar nesta quarta

Juan Ribeiro
Juan Ribeiro
Aparecida Debate sobre transtorno bipolar


O Aparecida Debate desta quarta-feira (25), às 21h15, abre mais uma vez espaço para discutir os principais assuntos do Brasil e do mundo. O jornalístico da TV Aparecida, que traz o tema transtorno bipolar, terá como convidados dois especialistas, que serão mediados pelo jornalista Marcelo Zanini. E a repórter Gabriela Leite foi às ruas para ouvir a opinião das pessoas sobre a síndrome.

A produção inicia o tema falando que a pessoa bipolar é sempre associada à mudança constante de humor. Uma hora está bem, feliz e eufórica. E, logo em seguida, já está de mau humor, triste e até agressiva.

Mas é preciso pensar muito bem na hora de chamar alguém de bipolar porque a bipolaridade não é uma simples variação no humor. Esse transtorno é uma doença com influências genéticas e que compromete a qualidade de vida.

O programa faz um levantamento e constata que em todo o mundo são mais de 140 milhões de pessoas que sofrem com a síndrome. E no Brasil estima-se que sejam mais de 15 milhões de brasileiros. Além de ser uma doença séria, ela é muito difícil de ser diagnosticada.

Outro dado que o programa destaca é que levam 10 anos, em média, para se descobrir o transtorno. Mas por que será que isso acontece? Falta de informação? Preconceito? Fora isso, ainda tem os sintomas como a depressão e até tentativas de suicídio.

A boa notícia é que apesar de não ter cura, é possível viver, e bem, com a bipolaridade.

Para falar sobre o assunto a produção escalou dois excelentes profissionais: Marilene Kehdi, psicóloga especialista em atendimento clínico, com pós-graduação em psicossomática e psicopatologia, geriatria e gerontologia social, autora de sete livros e fundadora do site Psicodicas. E ainda Marcelo Paoli, que é psiquiatra especialista em neuropsiquiatria geriátrica, mestre pela Universidade Federal de São Paulo, além de supervisor do ambulatório de neuropsiquiatria geriátrica pela Unifesp.

Aparecida Debate, quarta-feira, às 21h15

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por TV Aparecida, em Aparecida Debate

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.