Por Devotos Mirins Em Catequese Atualizada em 28 FEV 2020 - 08H26

7º Dia da Novena de Natal: Jesus, o príncipe da paz!

Estabeleceu a paz entre judeus e pagãos. Anunciou a paz para os mais distantes.

E oferece a paz, todos os dias, para cada um de nós. Por isso, hoje, vamos rezar o poema da paz para este Natal. Que todos os povos se confraternizem como irmãos!


Vamos rezar?

Senhor, fazei-me instrumento de vossa paz.

Onde houver ódio, que eu leve o amor;

Onde houver ofensa, que eu leve o perdão;

Onde houver discórdia, que eu leve a união;

Onde houver dúvida, que eu leve a fé;

Onde houver erro, que eu leve a verdade;

Onde houver desespero, que eu leve a esperança;

Onde houver tristeza, que eu leve a alegria;

Onde houver trevas, que eu leve a luz.

Ó Mestre, fazei que eu procure mais

Consolar, que ser consolado;

Compreender, que ser compreendido;

Amar, que ser amado.

Pois é dando que se recebe,

É perdoando que se é perdoado,

E é morrendo que se vive para a vida eterna


::Veja todos os dias da Novena de Natal::

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Devotos Mirins, em Catequese

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.