Por Rádio Aparecida Em Notícias Atualizada em 24 OUT 2018 - 17H17

"É uma eleição muito peculiar", afirma cientista político

Shutterstock
Shutterstock

A quatro dias das eleições para conquistar os indecisos e eleitores de outros candidatos, os presidenciáveis Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) abandonaram, desmentiram e fizeram algumas alterações em seus planos de governo.

Nesta reta final, os candidatos estão procurando buscar apoio para diminuir a diferença ou manter os eleitores já conquistados. Segundo as ultimas pesquisas, há uma diferença de mais de 10% entre Bolsonaro e Haddad.

Para o cientista político da Universidade Presbiteriana Mackenzie, Rodrigo Prando, essa eleição diferencia-se das demais. “É uma eleição pontuada em números altíssimos de rejeição, vale ressaltar: é uma eleição muito peculiar e me parece que haverá poucos eleitores indecisos nessa última semana. Ou anula, ou vota em branco ou simplesmente não comparece no dia da eleição”.

Segundo ele, é pouco provável que haverá mudanças nas intenções de votos. “Inclusive tendo a crer que com o voto em Bolsonaro, a diferença deve ser ainda maior até o domingo”. Ouça:


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Rádio Aparecida, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.