Por Rádio Aparecida Em Notícias Atualizada em 27 NOV 2019 - 08H24

Cresce número de compras online feitas em modelo de parceria

Shutterstock
Shutterstock


Ouça a reportagem ou, se preferir, leia:

🔊Acompanhe o 'Notícias em 30' às 7h (1ª edição) e às 17h30 (2ª edição)

Os marketplaces, sites de comércio eletrônico que facilitam a compra de lojas parceiras em um só site dominam o mercado online. No Brasil, 95% dos consumidores que compram pela internet utilizam marketplace. Os números são de pesquisa PwC em parceria com uma multinacional do ramo de logística. O marketplace é uma modalidade que vem crescendo nos dias de hoje, porém, ainda há um caminho a se percorrer para torna-lo adequado à realidade brasileira.

Pedro Sanzovo, presidente da INSPETOR, empresa especializada em antifraude, afirma que as empresas têm trabalhado para garantir mais segurança a quem prefere o e-commerce.

Pablo Cortes, presidente da Comissão Estadual de Defesa do Consumidor da OAB SP, afirma que é preciso ficar atento neste tipo de compra. É preciso olhar não só quem vende o produto, mas também a loja que vai entregá-lo. Em tempos de Black Friday, e ofertas de fim de ano, o advogado orienta que é melhor ficar atento antes de comprar do que procurar ajuda depois.


Após segundo turno, eleições presidenciais do Uruguai ainda não tem um vencedor



Ouça a reportagem ou, se preferir, leia:

🔊Acompanhe o 'Notícias em 30' às 7h (1ª edição) e às 17h30 (2ª edição)

O segundo turno das eleições presidenciais no Uruguai, que aconteceu no domingo, não tem ainda um vencedor. Com 100% das urnas apuradas, o candidato do Partido Nacional, Luis Lacalle Pou, ficou apenas 1,2 pontos percentuais à frente do presidenciável governista Daniel Martínez, da Frente Ampla. A diferença entre os candidatos é tão apertada que a definição vai depender dos chamados "votos observados", que são de pessoas que votaram fora da sua zona eleitoral habitual.

Dr. José Aparecido Rolon, professor de relações internacionais da Universidade de Mogi das Cruzes explica para nós se a diferença de menos de 30 mil votos entre um candidato e outro é uma situação inédita. 

O especialista avalia se a eventual vitória do candidato de oposição representaria mais uma derrota da esquerda na América do Sul, e analisa, ainda, se a economia e a segurança pública devem ser as principais preocupações do futuro presidente.


Tribunal Superior Eleitoral analisa hoje a liberação de assinatura eletrônica

Shutterstock
Shutterstock

Ouça a reportagem ou, se preferir, leia:

🔊Acompanhe o 'Notícias em 30' às 7h (1ª edição) e às 17h30 (2ª edição)

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) deve decidir hoje, se a Justiça pode aceitar assinaturas eletrônicas de eleitores para a formação de um partido político. A decisão interfere diretamente nos planos do presidente Jair Bolsonaro, que está lançando uma nova legenda, o Aliança pelo Brasil.

Quem vai conversar conosco, é o especialista em direito eleitoral, doutor Arthur Rolo.


🔊 Gostou do conteúdo? Compartilhe com os amigos!
Na parte superior da página (logo abaixo do título) clique no botão do WhatsApp ou das demais redes sociais

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Rádio Aparecida, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.