Por Comercial Em Comercial Atualizada em 20 FEV 2018 - 16H56

“O Direito de Nascer”: TV Aparecida reforça hábito de consumo de dramaturgia

Um clássico da dramaturgia brasileira com Guilhermina Guinle, Jorge Pontual, João Vitti, Dhu Moraes, Cyntia Benini e grande elenco


A novela “O Direito de Nascer” é a nova aposta da TV Aparecida para 2018. A versão que foi ao ar pelo SBT, em 2001, é exibida de segunda a sexta, às 19h e às 22h30, com resumo aos sábados no mesmo horário.

O objetivo da emissora é fortalecer o hábito de consumo de novelas, criado a partir da exibição de “A Padroeira”, cedida pela Globo, que conquistou o público do canal católico e alavancou a audiência nessa faixa horária, alcançando quase 3 milhões de pessoas na grande São Paulo, segundo dados do Kantar Ibope Media (MW GSP, abril a novembro de 2017).

Com 125 capítulos, “O Direito de Nascer” é uma adaptação da radionovela homônima cubana escrita na década de 1940 por Félix B. Caignet, e apresentada no Brasil em três versões. Dirigida por Roberto Talma, traz no elenco Guilhermina Guinle, João Vitti, Luiz Guilherme, Fernando Eiras, Jorge Pontual, Dhu Moraes, Cynthia Benini, Elaine Cristina, entre outros atores bem conhecidos do público.

Sinopse: Na trama que se passa no início do século 20, Maria Helena (Guilhermina Guinle) é uma jovem que engravida de seu noivo Alfredo (Fernando Eiras), que recusa a assumir o filho; por isso, a moça se torna mãe solteira. Sendo alvo de ódio do avô Dom Rafael (Luiz Guilherme), a criança é levada pela criada Dolores (Dhu Moraes) para ser protegida. A mãe refugia-se num convento e atende como uma irmã de caridade. Anos mais tarde, o menino Alberto (Jorge Pontual) aparece já formado em medicina e salva o avô que o rejeitou a vida inteira.

Serviço: Novela “O Direito de Nascer”

Estreia: 14 de fevereiro de 2018

Horário de exibição: às 19h e às 22h30, de segunda a sexta, e resumo da semana, aos sábados

Duração: 125 capítulos

Saiba mais sobre a novela em a12.com/odireitodenascer

Sobre a Rede Aparecida: A TV APARECIDA está entre as 14 maiores emissoras de televisão do Brasil, em abrangência, segundo a ANATEL, e é a 7ª emissora de TV aberta mais assistida no país, de acordo com os dados consolidados de audiência no Painel Nacional de Televisão (PNT) (Fonte: coluna Ricardo Feltrin / UOL). Seu sinal está disponível para todo o país pela antena parabólica. Pelo canal aberto, pode ser sintonizada em 24 estados, mais Distrito Federal, 24 capitais e mais de 390 municípios, cobrindo cerca de 74 milhões de pessoas. Está disponível nas principais capitais do Brasil pelo sinal digital e nas TVs por assinatura.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Comercial, em Comercial

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.