Por Campanha dos Devotos Em Notícias

A esperança nunca decepciona

esperanca_2

A esperança é sinal de Deus no coração do homem. Lidamos, na verdade, todos os dias com essa virtude cristã. Ela está sempre a nos provocar e também a nos incomodar. Está profundamente enraizada na existência humana. Ela é o contínuo renascimento do ser humano diante da vida e de seus sonhos. O apóstolo Paulo lembra-nos sua importância: “Mais ainda: nós nos orgulhamos até dos sofrimentos, sabendo que o sofrimento produz firmeza; a firmeza traz a aprovação de Deus; e esta aprovação faz nascer a esperança; e a esperança não decepciona, porque o amor de Deus foi derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que ele nos deu” (Rm 5,3-5).

Você sabe que estamos falando de fé, e isso nos traz alento e paz. Mas, e quem não tem fé e coloca sua esperança no progresso humano em todos os seus matizes, como salvação para a pessoa humana? Certo é que a ciência e o progresso têm sua importante colaboração com o ser humano, e faz parte da vontade de Deus que o homem e a mulher se desenvolvam plenamente. Mas, você há de concordar comigo que muitas vezes essa confiança pode trazer-nos também decepções e terminam nossas ilusões. Compreendamos que o ser humano em seus inventos e desenvolvimento continua sendo relativo, e o que ele hoje criou com sua ação e inteligência, amanhã pode para nada mais servir, ou pode até trazer conseqüências funestas para todos. Em poucas palavras, as perspectivas humanas são frágeis, mesmo que sejam úteis à humanidade.

Compreendamos, pois, que a esperança cristã fundamenta-se na própria pessoa de Cristo, nossa adesão a Ele. O Cristo torna-se sempre a resposta convincente para nós. E quando Paulo diz que “a esperança não decepciona” está nos falando da contínua fidelidade de Deus para com seu povo.

Assim, a esperança cristã é o constante “mergulho” que podemos dar todos os dias em Deus, colocando nossa vida nas mãos dele, sejam quais forem as circunstâncias que estivermos vivendo: alegria ou dor, paz ou bonança. Ninguém pode, portanto, abraçar o que é relativo e realizar-se, pois não há, na verdade, quem se realize fora da esperança no Cristo, o Ungido do Pai.

Cabe, pois, a mim e a você, no início deste ano, plantar esse desejo com muita sinceridade bem dentro de nossa alma, e na experiência já vivida, saber que sem a esperança que brotou do coração de Deus, não nos realizamos. Não se esqueça: a esperança ultrapassa nossos limites e nossos projetos! Muita esperança para você e para nós.​

14 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Campanha dos Devotos, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.