Por Lívia Maria Rosa Em Notícias Atualizada em 28 MAR 2019 - 09H35

Consequências do uso exagerado das tecnologias

NFO

Vamos pensar no cenário ao qual nos encontramos hoje. É muito difícil ver uma pessoa que não tenha se rendido às tecnologias. O celular é uma extensão do corpo e nos acompanha em todos os lugares. A pergunta é: como vamos nos comportar se precisarmos ficar um tempo sem o celular? Há casos de pessoas que tem sintomas de abstinência, como ansiedade, mau humor, tédio, irritabilidade.  Tem casos que caracterizam uma dependência tecnológica, como sentir o telefone vibrar ou tocar, sem que ele esteja por perto.

Sabemos que a internet é uma grande conquista para a humanidade, que possibilitou a ultrapassagem das barreiras culturais, sociais e as distâncias. Qualquer informação e conhecimento estão disponíveis em nossas mãos, basta um clique, com muita liberdade para explorar o mundo.

Muitas vezes deixamos o convívio social, temos dificuldades de nos concentrar em atividades para nos envolver ou nos esconder atrás de uma tela, usando a tecnologia como subterfúgio e a internet para criar uma vida virtual, desfocando dos problemas e da vida real.

Há os problemas físicos: fadiga ocular, dores musculares por esforço repetitivo, déficit de atenção, má postura e entre outros.

Existem algumas síndromes, como: Nomofobia, que é o medo de ficar sem celular, ou tecnoestresse, que é consultar a todo instante se há uma mensagem no celular ou notificações de redes sociais.

A reflexão que buscamos é se a internet e as tecnologias estão sendo utilizadas de forma coerente ou tornaram-se uma ameaça à saúde física, social e psicológica.

Sabemos que o debate é polêmico, cada um tem sua necessidade na utilização das tecnologias, cada um sabe o seu limite, mas a busca pelo equilíbrio é sempre o ideal. Pense sobre o assunto e comente aqui no site.


4 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Lívia Maria Rosa, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.