Por Campanha dos Devotos Em Notícias

Os motivos para ir ao Santuário Nacional

santuario_nacional_2

Os motivos para ir ao Santuário de Aparecida são sempre muito pessoais e, em geral, variados. Às vezes, a gente mesmo nem tem uma explicação tão clara sobre o motivo principal. O lado espiritual pode estar somado com o interesse em fazer algo diferente, um pouco de turismo, ver novidades. É isso mesmo. Sair de casa, encontrar pessoas amigas, trabalhar, se divertir fazem bem para a saúde e para o equilíbrio de nossa vida.

No meio de tudo isso, o lado espiritual já começa quando se escolhe ir ao Santuário, sozinho, com um grupos de amigos, de familiares ou em uma romaria programada. Mesmo que o motivo de ali entrar não seja espiritual, a gente se expõe às mensagens do ambiente religioso. Nós vemos as pessoas, e as pessoas nos veem. Os rostos, os gestos, as cerimônias, as pinturas e imagens falam sem palavras. De repente, Nossa Senhora também nos vê e de algum modo nos fala ao coração. Esta pode ser uma surpresa para quem vai a Aparecida.

Há certamente motivos espirituais claros que levam muitas pessoas ao Santuário. Dois lados pegam mais forte: o agradecimento por graças recebidas e o pedido de ajuda em situações difíceis. Só mesmo o Espírito de Deus sabe os detalhes do que levamos de tristezas e alegrias, angústias e esperanças, em casos assim. Ao agradecer ou pedir ajuda, a força espiritual já começa a agir em nós. Pois, ao reconhecer o quanto recebemos e quanto ainda precisamos, percebemos que não estamos sós na vida. Esta memória fundamental nos leva à transcendência, coloca a nossa vida em Deus e permite sentir o quanto está perto de nós.

Ao se apresentar como casa da Mãe de Deus para nós, o Santuário de Aparecida tem uma força espiritual profundamente afetiva. Então, vamos ali como que fazer uma visita de carinho, sentir de perto o amor materno divino, deixar que Ela nos veja, dizer e ouvir alguma coisa para significar que estamos ligados e não esquecidos. Vamos encontrar muitos irmãos e irmãs e sentir que somos família de Deus. Esse lado afetivo traz cores vivas para nossa espiritualidade e ajuda a voltar de Aparecida com o coração enriquecido.

Mas nem tudo são flores, pois a fraqueza humana nos faz sempre aprendizes do bem. Podem surgir problemas, de organização ou comportamento de pessoas, os quais nos atingem e às vezes desestimulam. São fatores humanos diante dos quais é preciso manter um senso crítico construtivo para ajudar a melhorar. E dentro de nós fica o desafio de crescer na espiritualidade de povo e família de Deus, ir além dos interesses particulares e também pensar, pedir e agradecer por tantas pessoas que fazem parte de nossa vida ou que estão simplesmente abandonadas em seus sofrimentos e angústias.

Por isso mesmo, junto da Mãe de Deus e nossa Mãe buscamos força espiritual para os caminhos da vida e aprender como construí-los melhor

2 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Campanha dos Devotos, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.