Notícias

Uma jornada de trabalho, desafios e alegrias

Escrito por Pe. Luiz Cláudio Alves de Macedo, C.Ss.R.

21 MAR 2022 - 09H50 (Atualizada em 23 MAR 2022 - 14H46)

Thiago Leon

Após a inauguração do revestimento da Cúpula Central do Santuário, no ano de 2017, coroando as comemorações dos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida, a administração do Santuário precisou responder de maneira concreta o questionamento que, há tempos, era ouvido em Aparecida: Os devotos, diante da grandiosidade monumental da Basílica e, agora, do seu adiantado estágio de revestimento interno perguntavam não poucas vezes: “E o lado externo? Como será?”

Thiago Leon
Thiago Leon
Projeto de revestimento das fachadas surgiu a partir de questionamento dos devotos


O desafio de responder a essa curiosidade provocativa foi compartilhado com artistas, arquitetos, engenheiros, liturgistas, teólogos e várias sugestões foram dadas, caminhos foram apontados. Dentre as possibilidades surgidas ganhou destaque, pelo conteúdo bíblico e pela forma em mosaicos, a proposta do Pe. Marko Ivan Rupnik, um dos mais importantes autores e pensadores da arte sacra na atualidade, cujo projeto consistia no revestimento das quatro fachadas da Basílica em mosaico, ao modo dos trabalhos realizados por ele na capela Redemptoris Mater, no Palácio Apostólico no Vaticano, a pedido de São João Paulo em 1996; o Santuário da Santíssima Trindade, em Fátima, Portugal (2007); o Santuário de Lourdes, na França (2007); o Santuário de São Pio de Pietrelcina, em San Giovanni Rotondo, Itália (2009); a Catedral da Diocese de Castanhal no Pará (2014); o Santuário Nacional São João Paulo II, em Washington DC, Estados Unidos (2015), entre outros.

Thiago Leon
Thiago Leon
Pe. Marko Ivan Rupnik é teólogo, professor, escritor e o artista responsável pela concepção artística do mosaico que reveste a Fachada Norte do Santuário Nacional


A proposta do Pe. Marko foi apresentada aos Missionários Redentoristas e à Comissão Litúrgica Pró-Acabamento do Santuário de Aparecida, que aprovaram o projeto no primeiro semestre de 2018. Os trabalhos começaram pelo lado norte, com figuras representativas das principais passagens do Livro do Êxodo, desde a História de José, o Nascimento e a Vocação de Moisés, as Situações de Escravidão do Egito, a Ação de Deus em favor do Povo, a Páscoa, a Libertação, a Travessia do Mar Vermelho e os Eventos no Deserto.

Juntamente com a realização desse projeto artístico, bíblico, teológico, foi proposto à Família dos Devotos realizar uma caminhada onde, ao mesmo tempo que eram embelezadas as fachadas do Santuário, com Maria, a Família se revestiria da Palavra de Deus tornando-se discípulos e discípulas da Palavra e construíamos no seu Santuário, Casa da Palavra, uma grande Bíblia a céu aberto.

Enquanto Pe. Marko e os artistas do Centro Aletti, em Roma, se empenharam na montagem das imagens do Êxodo, em Aparecida técnicos, engenheiros, operários trabalhavam no projeto dos andaimes, sua montagem, o tratamento das ferragens e a preparação da superfície de 4.000 metros quadrados da nave norte para que pudesse receber a aplicação dos mosaicos.

As obras, no ano de 2019, foram intensas. No início de 2020 toda a superfície estava preparada, os mosaicos que foram pré-montados em Roma chegaram em Aparecida e a aplicação do mosaico estava prevista para ser iniciada logo após a páscoa. Mas a pandemia nos desafiou e os planos e cronograma foram drasticamente alterados.

Os desafios da Pandemia

O último evento com público no Santuário de Aparecida antes da implementação dos protocolos de contenção do coronavírus foi o Terço das Mulheres. Desde a tarde do dia 15 de março de 2020 o Santuário adotou todas as medidas necessárias para o cuidado da saúde dos visitantes e de seus colaboradores. A Basílica foi fechada para as celebrações presenciais e a ausência total de peregrinos foi sentida profundamente e, com ela, tivemos a redução drástica dos recursos tão necessários para as atividades de construção e manutenção do Santuário e, é claro, das atividades religiosas e sociais.

Junto com a natural insegurança trazida pela pandemia, experimentamos a interrupção total das obras na fachada norte e a indefinição da vinda dos mosaicistas. A pandemia inaugurou um período jamais imaginado e impunha um grande desafio: manter a Missão da Casa da Mãe Aparecida e uma obra “parada” bruscamente com um ônus bastante significativo.

Nos meses agudos da Pandemia, com todo o nosso povo, o Santuário vivenciou a dor e o isolamento, porém não calou sua voz nem deixou de levar as celebrações, sua mensagem de fé e esperança através dos meios de comunicação: Rádio, Internet e Televisão. Não faltou, ainda, ao Santuário, a fidelidade da Família dos Devotos que, com sua doação, permitiu a travessia de 2020.

Thiago Leon
Thiago Leon
Devido ao isolamento social imposto pela pandemia, a Rede Aparecida continuou levando a mensagem de Nossa Senhora para todo o Brasil


Quando tudo parecia caminhar para um cenário mais otimista, com a chegada de 2021, chegou a segunda onda da pandemia impondo novos fechamentos, controles e escassez de público e recursos. Novamente experimentamos a poderosa proteção da Virgem Aparecida e a perseverança generosa da Família dos Devotos. O cenário só evoluiu de maneira mais otimista a partir do mês de junho de 2021 com o retorno gradativo e cauteloso dos visitantes a Aparecida.

Finalmente, os mosaicos

Foi apenas nos últimos dias de agosto de 2021 que, finalmente, foi possível iniciar o trabalho de aplicação do mosaico. Conviver diariamente com o Pe. Rupnik e a equipe de mosaicistas, ver seu árduo e belo trabalho, sua espiritualidade e fraternidade, sua simplicidade e alegria, foi para todos nós um afago de Deus pelas mãos de Nossa Senhora Aparecida.


Agora é hora de contemplar. Ler o Êxodo na fachada norte do Santuário, interpretar fatos, cores e uma arte que nos revela que Deus cuida de nós, vem ao nosso encontro, nos liberta e caminha conosco. Ele quer ser um Pai para nós e quer sejamos seu povo, numa aliança de amor.

Celebremos como Família a conquista da Fachada Norte do Santuário. Assumamos, como Família, o desafio do revestimento da Fachada Sul que estamos começando.

Muito obrigado FAMÍLIA DOS DEVOTOS.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Pe. Luiz Cláudio Alves de Macedo, C.Ss.R., em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.