Por Anna Laura Barreto Em Comportamento

Você já fez o seu projeto de vida?

Saber onde queremos chegar é importante, mas, saber como chegar até o lugar desejado é ainda mais. Assim funciona tanto para lugares específicos como para a vida, e é o segredo do sucesso.

Apesar da indecisão, optar por um objetivo e trilhar o caminho correto são partes  fundamentais para a realização, seja pessoal ou profissional. Daí a importância de um projeto de vida. Para isso, precisamos traçar metas de crescimento. Mas, como colocar isso prática?

Primeiro, é preciso decidir nosso objetivo. Para tanto, devemos compreender que diversas áreas podem ser incluídas em um projeto de vida: espiritualidade, empreendedorismo, arte, profissão, estudos, e tudo o mais que podemos ter como objetivo. Para fazer uma escolha é necessário encontrar o que nos é fundamental e essencial. Assim como alguns pretendem empreender o próprio negócio, há quem queira viver para a religião, compondo músicas ou pesquisando.

O consultor organizacional Eduardo Shinyashiki, em palestra na Rede Aparecida de Comunicação, ressaltou que devemos pautar nossos objetivos de acordo com nossas vontades, e não com o que achamos que temos de fazer. É um ponto importante a ser considerado, visto que, muitas vezes, damos mais importância às influências externas do que para o que queremos de fato.

Decidido o objetivo do nosso projeto de vida, é hora de traçar metas. Traçar metas nada mais é que planejar degrau por degrau, organizar quais passos devemos seguir para alcançarmos nossos objetivos. Para começar, podemos realizar uma análise de nós mesmos, tentando visualizar mentalmente onde gostaríamos de estar daqui a 10 anos e qual o melhor caminho a percorrer para chegarmos lá.

Em seguida, é hora de colocarmos algumas reflexões no papel, e projetarmos um cronograma. Temos que resgatar os seguintes temas: em qual realidade nos encontramos, qual o nosso sonho, quais os passos para a conquista deste sonho e quanto tempo vamos levar para concretizá-los.

Não podemos nos esquecer de que nossa vida é constituída de decisões. Deixar para depois aquela tarefa importante para o bom desenvolvimento do projeto de vida é uma atitude comum, porém negativa, pois contribui para o atraso do alcance de nossos objetivos.

Também é preciso ter fé e autoconfiança. Elas são as principais responsáveis pelo nosso estímulo, nos dando esperança e força para seguir em frente.

Por fim, é necessário nunca esquecermos que alcançar os nossos sonhos vai sim nos deixar orgulhosos e realizados, mas precisamos valorizar também o caminho percorrido. Afinal, a felicidade se encontra nas pequenas coisas.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Anna Laura Barreto, em Comportamento

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.