Por Everton Lucas Em Crescendo na Fé Atualizada em 26 SET 2017 - 14H49

Advento: um voltar para dentro ou para fora?

Está chegando a hora! Por quatro domingos a Igreja nos prepara para o nascimento de Jesus Cristo. E nesses dias, em especial nas missas dominicais, escutamos bastante os padres falarem de um tempo de conversão, tempo de vigília, momento para reflexão, um período para VOLTAR PARA DENTRO DE SI.

advento_10

É exatamente sobre este ponto de vista que gostaria que a gente falasse hoje. Afinal, se o advento é um tempo de reflexão então devemos nos dar ao trabalho de refletir como construímos dentro de nós o sentido deste momento tão antigo, porém sempre novo. Quero que a gente pense juntos sobre a maneira como eu enxergo a proposta da Igreja para este período.

Na minha opinião, esse “voltar-se para dentro” poderia ser revisto. Estou falando isto a partir de dois pontos: Social e Bíblico. E vou explicar melhor a minha forma de pensar acerca desta temática. Não é somente no advento que a Igreja nos pede um momento de recolhida, na quaresma também nos é proposto um período de retiro de 40 dias, e o que irei comentar com vocês serve para os dois momentos.

 

Sobre o primeiro ponto, o social, se faz extremamente necessário analisarmos o contexto em que vivemos.

Sobre o primeiro ponto, o social, se faz extremamente necessário analisarmos o contexto em que vivemos. A sociedade por si só, a cada momento, nos estimula a um voltar-se para si. A toda hora as mídias nos falam sobre a exaltação de si próprio, cuidado com a beleza, cuidado com o corpo, nos ensina cada vez mais a sermos individualistas, vivermos isoladamente, como se não precisássemos de ninguém para viver, e cada vez mais estamos caindo nessa rede como peixes, e quando um peixe cai na rede você já sabe qual será seu fim né? Isso vai levando as pessoas a tomarem uma consciência que realmente não precisam de outrem para realizar algo na vida.

E aí vemos um crescimento no número de pessoas que moram sozinhas, que não querem casar, ou se casam mas não querem filhos, extinção do trabalho em equipe, o que vai gerar falta de compaixão, misericórdia, fraternidade e assim desaparece o espírito de família cristã. A sociedade já nos incita demais a olharmos somente para nós mesmos. O importante seria o amor próprio, isso sim é saudável. Porque o amor próprio não é egocentrismo. Este amor de si nos purifica para o relacionamento com os outros, e não nos fecha.

Falando então do segundo ponto, o Bíblico, gostaria de trazer para esta conversa três pessoas que só vemos uma vez por ano, mas poderíamos vê-los mais vezes. Eles se chamam Gaspar, Melchior e Baltazar. Você sabe quem são eles? Exatamente, para quem respondeu os TRÊS REIS MAGOS. Olha só porque eu fiz questão de trazê-los para esta conversa.

Vamos pensar juntos, o que levou esses três reis ao encontro de Jesus?

A estrela que no céu brilhava e apontava o caminho a seguir para chegar até o Menino. E chegamos ao ponto! Para encontrar Jesus eles não se voltaram para si, mas voltaram-se para fora. Tiveram que levantar o olhar, ergueram a cabeça, porque a luz que eles precisavam enxergar não estava dentro deles, mas sim fora. Enquanto passarmos a vida olhando para o nosso próprio umbigo nós nunca conseguiremos enxergar a luz que nos leva ao Filho de Deus encarnado.

Vamos fazer um trato? Sei que só faltam cinco dias para o nascimento de Jesus. Mas vamos tentar ao menos nesses cinco dias restantes esquecer esse “umbigocentrismo” que só nos faz perder a nossa meta. Vamos levantar os nossos olhos e mirar nesta estrela que nos guia até a nossa salvação descida dos céus. Façamos deste Advento um VOLTAR-SE PARA FORA e assim chegaremos prontos ao encontro do Salvador que por amor também vem ao nosso encontro também.

X
Sobre o primeiro ponto, o social, se faz extremamente necessário analisarmos o contexto em que vivemos.
Escrito por
Everton Lucas (Fotos Everton Lucas)
Everton Lucas

Apresentador e estudante de comunicação.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Everton Lucas, em Crescendo na Fé

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.