Por João Antônio Johas - Jovens de Maria Em Crescendo na Fé Atualizada em 03 ABR 2019 - 14H53

Seu futuro começa agora, será?

Vamos nos aproximando do final do ano e para uma parcela muito específica da sociedade, os vestibulandos, isso pode significar muito estresse porque chega a hora de demonstrar todo o esforço que vêm fazendo durante o ano para poder alcançar o sonho de entrar em uma boa faculdade. É uma época muito interessante para perceber o potencial que possuem os jovens quando colocam todo o seu ser em algum objetivo concreto. O que será que o vestibular, e a preparação para ele, podem ensinar para outras áreas da vida? 

futuro

Uma primeira reflexão pode surgir da pergunta: “Porque o vestibular é tão importante? ”. As respostas podem ter vários matizes, mas acho que para muitos jovens é a primeira vez que precisam tomar uma decisão “para toda a vida”. E isso exerce uma grande pressão, especialmente em uma sociedade do descartável, onde tudo parece ser cada vez mais efêmero.

Se o mundo nos diz que precisamos trocar de celular e de roupa sempre que possível, ao mesmo tempo nos diz que não podemos perder tempo em conseguir dinheiro, sucesso e estabilidade. Uma escolha errada aqui poderia prejudicar toda a vida futura, talvez de modo irremediável. Parece ser pressão mais que suficiente para um jovem de 17, 18 anos.

Por isso podemos ver alunos com jornadas de estudo enormes, praticamente consagrando a vida aos livros, pelo menos enquanto se preparam para os vestibulares. É impressionante como podem realmente estar focados e dedicados quando possuem um objetivo concreto que identificam como muito importante para suas vidas. Mas será que se pode utilizar melhor toda essa força de dedicação e disciplina que os jovens mostram possuir?

 

Jesus nos oferece uma opção de vida que amplia os nossos horizontes.

São Paulo, em sua primeira carta aos Coríntios, faz uma comparação entre os atletas que se esforçam por uma coroa perecível e os cristãos, que se esforçam (ou deveriam se esforçar) por uma que é imperecível. Talvez possamos trazer essa comparação para nossa reflexão, buscando cuidar de alguns pontos para que não se entenda mal.

De fato, os estudos são importantes, mas não são o fim da vida. Pela atitude que muitos têm, pode-se induzir que pensam mais ou menos assim: “Uma vez que eu passe em uma boa faculdade, já tenho a vida garantida e vou poder relaxar”. Isso é um grave engano e qualquer um que já está um pouco além dessa fase sabe disso. A vida vai sempre apresentando novos desafios, que muitas vezes não são fáceis de superar. É preciso ter uma visão mais ampla da vida, uma que nos permita colocar cada coisa em seu lugar, com sua devida importância, de maneira que possamos vive-las melhor e sem colocar nossas esperanças em coisas que não vão nos dar o retorno que esperamos.

vestibular_1

E é essa a visão que São Paulo quer nos oferecer quando fala da coroa imperecível que é a vida Eterna, conquistada pela vivência da vida cristã. Jesus nos oferece uma opção de vida que amplia os nossos horizontes ao máximo das nossas capacidades e possibilidades. Quando nos aproximamos dele e o escutamos, vamos entendendo as prioridades reais da nossa vida e percebemos, por exemplo, que os estudos fazem parte de toda uma missão belíssima que Ele tem para cada um de nós e que a pressão que o mundo nos faz não deve ser quem dite o nosso ritmo.

O convite que fica é, então, para que o jovem aponte a sua força interior para o único objetivo realmente importante que é alcançar a coroa imperecível da vida eterna. Essa é a decisão fundamental e para toda a vida que precisa ser feita. A partir dela, todas as outras partes da vida, incluindo os estudos, vão encontrando seu lugar. Se o jovem apontar seu interior para esse objetivo maior e se dedicar com o mesmo afinco que mostra nos estudos, creio que seríamos um mundo com mais santos, que é o que ele realmente precisa.


Escrito por
Irmão João Antônio Johas (Redação A12.com)
João Antônio Johas - Jovens de Maria

Licenciando em Filosofia pela Universidade Católica de Petrópolis, Pós-graduando em Antropologia Cristã pela Universidade Católica San Pablo em Arequipa, Peru.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por João Antônio Johas Leão, em Crescendo na Fé

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.