Dia 24 de Janeiro de 2019


Papa Francisco chega à JMJ
Papa Francisco chega à JMJ

Desde as 17h (20h no horário de Brasília), o Papa Francisco foi acolhido oficialmente nas atividades da Jornada Mundial da Juventude. Foi o primeiro encontro do Santo Padre com os jovens no Panamá.

Reprodução Facebook/JMJ
Reprodução Facebook/JMJ
Nenhuma legenda adicionada


O Papa chegou de papamóvel ao Campo Santa Maria La Antígua, na Cinta Costera. Bandeiras de vários países coloriam o caminho. Ao fundo, o hino da JMJ 2013 serviu de trilha sonora para os primeiros instantes da chegada do Santo Padre. De mãos dadas com alguns jovens, o papa entrou no espaço celebrativo e foi recebido com danças.

Os símbolos da JMJ - a cruz e o ícone de Nossa Senhora Salus Populi Romani - foram colocados sobre o altar, depois de apresentados ao Papa. Em seguida, representantes dos cinco continentes apresentaram seus pedidos a Francisco.

Na sequência, Dom José Ulloa, Arcebispo do Panamá, dirigiu suas palavras de acolhimento e gratidão à presença do Pontífice no país. Ele ressaltou a importância deste encontro, em especial para aqueles jovens marcados pela exclusão, violência e pobreza e que, segundo ele, serão os principais protagonistas da renovação da igreja e da sociedade. "Receba a calorosa acolhida do clero e dos leigos, homens, mulheres, jovens e 'não tão jovens'”, disse Dom Ulloa.

Falantes de língua portuguesa foram representados por jovens da África, especialmente de Moçambique e Angola, para fazer sua saudação a Francisco. Jovens falantes de outros idiomas também dirigiram sua saudação ao Papa.

Dando sequência à cerimônia, cantores católicos de vários países cantaram “Emanuel”, hino da JMJ 2000. A cantora brasileira Ana Gabriela esteve entre os artistas. Os jovens então citaram e apresentam os santos patronos da JMJ, colocando testemunhos, falas e frases célebres de cada um, relacionadas aos jovens e à fé cristã.

Após a proclamação do Evangelho (Jo 2, 1-11), que narra o episódio das Bodas de Caná, onde Maria tem presença fundamental, o Pontífice dirigiu suas palavras aos jovens presentes no Panamá.

"Sempre penso em vocês, que começaram a caminhar antes da jornada. Vocês, da juventude indígena, foram os primeiros da América a caminhar para este encontro. (ouviram-se aplausos). E também os jovens de origem afrodescendente. "Outro aplauso para eles", incentivou o Papa. 

"Sei que chegar aqui não foi fácil. Os esforços e sacrifícios que fizeram para participar desta jornada fazem com que este caminho seja, o próprio caminho, uma recompensa". Exaltando a importância do congraçamento entre os diferentes povos, Francisco continuou: "Vocês se transformam em mestres e artesãos da cultura do encontro".

Ao citar palavras de Bento XVI, Francisco convidou os jovens a enviarem uma saudação especial ao Papa emérito: "Sabem quem disse isso? Papa Bento XVI, que está nos assistindo pela televisão. Mandemos todos uma saudação a ele, nosso papa Bento XVI!"

Por fim, Francisco disse aos jovens que não tenham medo desse amor concreto, que tem ternura, que é serviço, que gasta a vida, aprendido da pessoa de Jesus Cristo. Falou ainda sobre Maria, que tinha a idade de tantas meninas como as que participam da JMJ, e respondeu: "Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a Tua palavra".

"Fechemos os olhos e pensemos em Maria. Ela não era boba, sabia o que era o amor", continuou. "E então, ela respondeu... Neste momento de silêncio, que Jesus diga a cada um: 'Você quer?' Pense em Maria e responda: 'Quero servir ao Senhor, que se faça em mim segundo a sua palavra'. Saberemos responder isso como Maria? Cada um responda em seu coração. Tem perguntas que só se responde no silêncio. Vocês voltarão pra casa com esse coração mudado, com a oração que aprenderem a fazer", concluiu.

Após o discurso do Papa, a celebração prosseguiu com a Oração dos Fiéis, Pai-nosso e a Benção Final, encerrando-se com o canto "Salve Regina", dedicado a Santa Maria La Antígua, cuja imagem era destaque no altar.

Mais cedo, a agenda do Papa para o dia de hoje ainda incluiu um encontro com as autoridades panamenhas no Palácio Bolívar, e também com algumas autoridades eclesiais na igreja de São Francisco de Assis, para onde o Papa seguiu a pé.

Na parte da manhã, no Panamá, os jovens seguiram participando das catequeses com os bispos.

Continue com a gente e compartilhe a hashtag #JMnaJornada.

- Confira a programação completa da JMJ 2019

Veja mais
Veja mais

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.