Por Redação A12 Em Notícias

Os novos distúrbios causados pela internet

A internet nos oferece tantas possibilidades que pouco conseguimos aproveitar seu vasto conteúdo. Mas, ao mesmo tempo, passamos tanto tempo conectados e sendo bombardeados por informações que não nos damos conta do tempo que perdemos nas redes sociais e no mundo online.

Só que à medida em que a Internet foi tomando conta de nossas vidas, houve também a transformação ou o surgimento de algumas desordens mentais um tanto quanto peculiares, ligados diretamente ao uso da tecnologia digital. Até pouco tempo atrás, esses problemas não tinham sequer sido reconhecidos oficialmente pela medicina.

Algumas dessas desordens nada mais são que aflições antigas “adaptadas” pelas tecnologias digitais. Então, se você é um exímio usuário de smartphone ou tablet e não consegue passar algumas horas sem acesso à internet, certamente vai se identificar com algumas dessas “doenças digitais”. Confira:

Nomophobia

Ansiedade pela falta de acesso a um dispositivo móvel. O termo “Nomophobia” é a abreviatura de “no-mobile phobia”, ou seja, a fobia de ficar sem um telefone móvel.

Um exemplo é quando saímos de casa e esquecemos o celular. É ruim, não?

Síndrome do toque fantasma

É quando você sente seu celular tocando mesmo quando ele não está: Seu cérebro faz com que você acredite que seu celular está vibrando.

Muitas vezes tiramos o celular do bolso ou da bolsa porque acreditamos ter sentido o toque vibratório, e, muitas vezes, isso não passa de pura ilusão.

Náusea Digital

É o enjoo, a vertigem que alguns usuários sentem quando interagem com determinados ambientes digitais – interfaces, aplicativos, etc.

A Náusea Digital foi muito relatada quando a última versão do sistema operacional móvel da Apple foi liberada, pois tudo o que está presente na tela se movimenta sutilmente, acompanhando o dispositivo. Esse movimento fez algumas pessoas se sentirem mal.

Depressão de Facebook

Uma leve depressão causada por interações sociais na rede social Facebook.

Muitas revistas já tentaram explicar essa depressão, e na maioria das vezes a relacionam com uma espécie de “inveja” da vida alheia, e com o fato de sempre acharmos que a vida do outro é melhor que a nossa. Mero engano: todos postam somente a parte boa, cenários bonitos e pessoas sorrindo. Não devemos acreditar em tudo o que vemos no Facebook.

Hipocondria Digital

É a tendência de você acreditar que tem as doenças que “encontra” online.

Quantas vezes você não pesquisou no Google sobre alguma enfermidade e, dentre os tantos resultados, achou que estava com alguma das doenças sugeridas? Pois é… É melhor não se consultar com os sites de busca.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.