Por Lívia Maria de Oliveira Silveira Rosa Em Notícias Atualizada em 30 OUT 2017 - 10H02

A cultura da Multitelas

NFO

Celular, TV, tablet, computador… já sabemos que as tecnologias estão presentes em nossa vida, mas você já parou para pensar que utilizamos várias e ao mesmo tempo? A este fenômeno chamamos de “a cultura da multitelas”.

Pense neste cenário bem comum entre nós e que define este fenômeno: Sentamos no sofá para ver uma tela, a TV, e já nos conectamos com outra tela, que é o celular, e talvez já ligamos outra, o notebook, aí pronto, já estamos conectados a três telas para exercer todas as atividades que precisamos, no mesmo lugar e de uma só vez! Uma loucura, não é? Mas a ‘cultura da multitelas’ é a nossa realidade e o nosso mais novo comportamento. Que tal refletirmos sobre isso?

Primeiro, vamos pensar, será que estamos evoluídos a ponto de executarmos várias atividades diferentes de uma só vez com o auxílio das tecnologias? Conseguimos realmente isso? Ou este comportamento só contribui para a dispersão, fazendo com nossa atenção torne-se fragmentada pelo bombardeio de informações a que somos impactados? É o caso para se estudar e para refletir! Bem, por enquanto, a ciência prova que não. O cérebro consegue realizar, com maestria, uma coisa por vez. Quem sabe nos próximos séculos evoluímos para isso.

Mas também há um outro lado, o atraente, e que justifica o motivo de sermos multitelas, a característica fundamental que explica este comportamento: é o fato de sermos, na essência, seres sociais. Então, quando as tecnologias são focadas para potencializar esta natureza, é claro que vamos atrás dela, somos atraídos e nos apaixonamos. Queremos nos manter conectados, para saber o que acontece no mundo e à nossa volta e para estar sempre com pessoas, ou melhor, com muitas pessoas.

Outro motivo é que cada vez mais as tecnologias estão acessíveis, é fácil comprar hoje e dividir em parcelas a perder de vista. As empresas também estão investindo em publicidade, aprimorando os argumentos e as técnicas para atrair o consumidor e fazê-lo acreditar que ele precisa comprar, trocar pelo mais novo, mais potente, mais bonito, todos os anos. O assédio comercial tem o objetivo de incentivar o consumo, sempre.

Somos multitelas porque imaginemos vivermos sem computador, tablete e celular? Como acordar de manhã sem o celular para despertador, para nos informar e receber os recadinhos dos amigos e da família pelo WhasApp e Facebook? Como chegar ao trabalho e não ter o tablet assessorando as atividades, computador para nos ajudar na execução dos trabalhos e o smartphone para conversar durante o dia?

Está explicado e entendido o porquê somos multitelas? Porque isso facilita a nossa vida, porque potencializa o nosso poder de comunicação e, principalmente, permite nos relacionar mais, porque queremos estar a todo tempo conectados com tudo e com todas as pessoas que amamos, mesmo que através das telas... multitelas.

Acompanhe as novidades sobre a Campanha dos Devotos no Facebook. Clique no ícone abaixo 

Facebook

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Lívia Maria de Oliveira Silveira Rosa, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.