Por Lívia Maria Rosa Em Notícias Atualizada em 30 OUT 2017 - 09H41

A violência compartilhada nas redes sociais como espetáculo da tragédia humana

violência na internet.png

A violência compartilhada nas redes sociais como espetáculo da tragédia humana

 Há quem diga que algumas pessoas gostam de ver o sofrimento alheio, as tragédias, talvez para se sentirem melhores, para minimizar as próprias dores ou, quem sabe, por curiosidade ou apenas pelo interesse de ver o mal se revelando no outro.

Isso pode explicar o motivo pelo qual tantos conteúdos trágicos são viralizados em aplicativos de relacionamento e na internet. A violência vira um espetáculo nos celulares e tomam proporções desacerbadas. As redes sociais tornam-se palco da exibição da tragédia humana.

Vídeos e fotos, das mais bárbaras situações, como: mortes, torturas, maus-tratos, brigas, ridicularização do outro etc. Cenas fortes e tristes que passam de forma banal de celular em celular e atingem milhões de compartilhamentos e de visualizações, sem conscientização nenhuma, apenas a violência pela violência. 

 

Será isso um comportamento sadio? Violência que passam de forma banal de celular em celular.

Será isso um comportamento sadio? Faz bem o impacto diário por esse tipo de conteúdo? É a banalização do sofrimento e da dor alheia? A violência está sendo tratada como algo corriqueiro?

A reflexão é válida, mesmo sabendo da particularidade de cada caso. Mas, sobretudo, a disseminação da violência, o sensacionalismo e a exposição da vítima não valem a pena ser compartilhados sem contexto, sem promover uma conscientização, uma solução ou valores que contribuam com a sociedade.

Antes de compartilhar é preciso lembrar que a internet é uma poderosa ferramenta de alcance. Que tal a utilizarmos para elevar o nível de cidadania, da justiça, da solidariedade e da paz? A humanidade precisa desta transformação para deixarmos uma herança de ética, de moral e de respeito à vida para as gerações futuras.

Vamos oferecer o melhor, compartilhar e viralizar para promover o bem, sempre?  

Qual tema sobre internet ou tecnologia você gostaria de ver nos próximos meses?

Envie sua sugestão!

Leia também:

:: A internet a serviço da Fé e da Evangelização ::

:: E a sua privacidade, como vai?:: 

:: Segurança na web: o cuidado nunca é demais!:: 

 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Lívia Maria Rosa, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.