Por Jornal Santuário Em Artigos Atualizada em 12 NOV 2019 - 08H04

7 pecados capitais globalizados

Thoom/Shutterstock
Thoom/Shutterstock


Estamos iniciando a Quaresma, tempo de tomar consciência do pecado e de conversão. Nossos pecados pessoais ferem e prejudicam nossos irmãos. Tornam-se, então, pecados comunitários, sociais, globalizados, ou seja, “o pecado do mundo”. Vejamos como os pecados capitais se globalizam.

1. O orgulho – A globalização do orgulho está no mau uso do poder, nas atitudes de dominação, de intolerância, de discriminação, de prepotência. É a onipotência da economia intencional, cujo rosto mais concreto é a exclusão, a miséria e a superprodução para uma minoria. Hoje, o orgulho tem seu rosto mais visível nas guerras e na violência.

2. A avareza – A globalização da avareza é o jogo do mercado, o consumismo mundial com a depredação do meio-ambiente, as manobras dos países ricos e a corrupção. A concentração da renda, a competição, o lucro são formas globalizadas da avareza.

3. A gula – Sua globalização se expressa no consumismo e no desperdício. O narcotráfico, o alcoolismo são também expressões globalizadas da gula, ao lado da miséria galopante e das novas pobrezas que surgem. As multinacionais e o mercado se encarregam de globalizar a gula, impondo necessidades desnecessárias e aguçando o desejo do consumo.

4. A luxúria – A globalização da luxúria está na epidemia da Aids, na pornografia, na pedofilia, no turismo sexual, na prostituição.

5. A ira – Sua globalização é a violência e agressividade, especialmente, o terrorismo e as guerras. Ira hoje é uma "cultura da morte", violência urbana, armas nucleares. Há no mundo uma multidão de refugiados, prófugos, órfãos, viúvas, encarcerados políticos. São 150 milhões os migrantes das guerras no mundo. Eis a ira globalizada.

6. A inveja – Uma vez globalizada, a inveja se manifesta na concorrência, na competição e nos lobbys, na formação de cartéis, nas empresas multinacionais, na fome de sucesso, no exibicionismo, no supérfluo. Inveja é infelicidade diante da felicidade do outro, ou a felicidade pela infelicidade alheia.

7. A preguiça – Sua globalização está na apatia, na acomodação, na mediocridade, na facilidade. No túmulo de Gandhi, estão escritos os sete pecados sociais da humanidade moderna: "política sem princípios; riqueza sem trabalho; prazer sem consciência; conhecimento sem caráter; economia sem ética; ciência sem humanidade; religião sem sacrifício". A superação dos vícios capitais globalizados acontecerá pela força da educação e da evangelização, até que seja globalizada a solidariedade.

Dom Orlando Brandes
Arcebispo de Aparecida

.:: Vivenciar a realidade da filiação: uma proposta quaresmal

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jornal Santuário , em Artigos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.