Por Pe. José Carlos Pereira Em Artigos

O infinito

O infinito é lá onde o céu e a terra se encontram. É onde as ações que fazemos na terra tocam o céu. E são muitas as ações que fazemos que podem tocar o céu, e essas ações são bem simples e estão ao alcance de qualquer pessoa, basta querer.

Toca o céu a ajuda que damos ao semelhante sem esperar nada em troca; toca o céu a mão que se estende para levantar alguém que está caído à margem da vida, ou para guiar alguém para o bom caminho; toca o céu os sentimentos de compaixão. Aquele sentimento divino em que a dor do outro passa a ser a nossa dor e que por isso fazemos qualquer coisa para diminui-la ou dirimi-la; toca o céu quem acolhe e defende os pequenos, os indefesos, os que não têm como retribuir tal gesto; toca o céu quem defende e protege os animais, a natureza e toda obra da criação, respeitando a vida em todas as suas formas e instâncias. Enfim, tocam o céu todos os gestos de amor e de bondade que praticamos.

Por isso Deus nos deu o livre arbítrio para ligar ou desligar as coisas entre o céu e a terra. Tudo o que ligamos na terra, será ligado no céu. Tudo o que desligamos na terra, será desligado no céu (Mt 18,18). Temos, assim, o poder para ligar o céu e a terra, de fazer os infinitos se tocarem.

Os gestos supracitados são maneiras de ligarmos o céu e a terra, o finito e o infinito, e eles são tão simples. Exigem muito pouco de nós, e quem é beneficiado por esses gestos sente, ainda neste mundo, um pouco do céu. Quanto mais gestos de bondade a humanidade tiver, mais o céu se aproxima da terra, mais os infinitos se tocam.

Assim, quando olhar para o horizonte e tiver a impressão que o céu está se encontrando com a terra, saiba que isso é possível, e que esse horizonte pode estar bem mais perto do que você imagina. Ele pode estar em suas mãos, em seu olhar, em seu coração, e não é apenas uma ilusão de ótica.

Então, não perca mais tempo. Faça hoje mesmo o céu e a terra se encontrarem, revelando o céu que existe dentro de você. Ele não pode ficar oculto, ou distante, além do horizonte dos seus semelhantes. A hora é essa, não espere mais, pois amanhã esse horizonte pode estar mais distante, ou realmente inatingível, e você perdeu a chance de possibilitar o céu.

Padre José Carlos Pereira, CP é sociólogo e escritor de mais de 50 livros

Escrito por
Pe, José Carlos Pereira
Pe. José Carlos Pereira

Padre José Carlos Pereira, CP é sociólogo e escritor de mais de 50 livros

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Carolina Alves, em Artigos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.