Por Marcus Eduardo de Oliveira - Jornal Santuário Em Artigos

Repensar e reorganizar a economia

É imprescindível repensar e reorganizar a economia direcionando-a ao alcance da sustentabilidade, a partir da preservação dos serviços ecossistêmicos. A razão para isso é uma só: a vida social depende de um conjunto de serviços ecossistêmicos, como o equilíbrio climático, a fotossíntese, a oferta de solos, de água limpa, de ciclos geoquímicos e outros.

Não se trata de um exagero, portanto, a afirmativa corrente de que o futuro da espécie humana depende da paz que fizermos com a Terra. A preservação da vida humana passa pelo equilíbrio que estabelecermos entre a atividade antrópica e o meio ambiente.

Os principais desafios da crise ecológica que se manifesta em escala global, nos empurra para pensarmos numa maneira de gerenciar a economia, libertando-a das amarras da sociedade de mercado sem horizontes humanos, fortemente arraigada numa cultura de consumismo que tem provocado, em várias frentes, a dilapidação do patrimônio natural para responder unicamente às exigências desse mercado de consumo cada vez mais voraz.

Essa maneira de repensar e reorganizar a economia precisa, essencialmente, estar a serviço do desenvolvimento. De um desenvolvimento que não escraviza a natureza, pois se dissocia do crescimento – fator de destruição dos recursos da natureza e potencial produtor de resíduos.

Hoje o nosso maior problema a ser enfrentado é o crescimento físico em um mundo finito. Desde que o planeta começou a crescer industrial e populacionalmente, a crise ecológica se fez presente.

Reverter essa crise e buscar atingir os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio para 2015 (ODM´s), a saber: educação primária universal, abastecimento de água potável para todos e a redução das pandemias globais, entre elas a Aids, é a tarefa que cabe ser executada de forma mais premente. Há e sempre houve recursos para isso.

Urge a tomada de ações. O relógio do tempo não para e a vida tem pressa.

Marcus Eduardo de Oliveira é economista especializado em Política Internacional

Escrito por
Marcus Eduardo
Marcus Eduardo de Oliveira - Jornal Santuário

Marcus Eduardo de Oliveira é economista especializado em Política Internacional

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jornal Santuário, em Artigos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.