Por Pe. Pedro Cunha Em Artigos

Sociedade digital e o esconderijo

Se por um lado pessoas fazem qualquer coisa para aparecer e serem vistas, jogando no ar pedaços de suas vidas ou da vida de outros, com a única preocupação de serem expostas para milhões de outras pessoas, e assim tornar-se uma vitrine em permanente exposição, por outro lado temos pessoas escondidas de si mesmas e dos outros, vivendo por trás de seus avatares, perfis e nicks virtuais.

Em um mundo 3D e digital, é possível se criar um avatar, uma pessoa que não existe e dar vida a ela como se de fato existisse. No mundo 2D é possível criar um perfil, um nick, uma pessoa passando-se por outra.

Talvez seja hora de se perguntar quem é que realmente está vivendo naquele avatar, naquele perfil, naquele nick. Não será a mesma pessoa que o manipula, que o faz caminhar, correr, sentar, namorar, relacionar-se e até casar? Não será a mesma pessoa escondida em suas vontades ou segredos mais guardados, em suas paixões, revoltas e desequilíbrios?

Se na vitrine da sociedade virtual se busca a exposição, no esconderijo desta mesma sociedade se busca igualmente a mesma vitrine, só que desta vez se deseja mostrar algo de si mesmo que está escondido e que de maneira real não se tem coragem de mostrar, por isso se cria uma personagem virtual por meio da qual se possa viver, mesmo que apenas virtualmente, tudo o que na vida normal jamais se tivesse coragem de experimentar.

Deste modo o esconderijo da virtualidade não parece ser um esconderijo de verdade, mas antes parece ser uma vitrine do que está escondido e cujo medo de tornar conhecido impede a pessoa de experimentar na vida real.

De qualquer modo a sociedade digital traz a facilidade de se expor e de se esconder, tudo vai depender daquilo que se deseja experienciar.

Padre Pedro Cunha é sacerdote da diocese de Lorena (SP), fundador das Aldeias de Vida, professor universitário e apresentador

Escrito por
Pe. Pedro Cunha.jpg
Pe. Pedro Cunha

Padre Pedro Cunha é sacerdote da diocese de Lorena (SP), fundador das Aldeias de Vida, professor universitário e apresentador

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Carolina Alves, em Artigos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.