Por Da redação Em Jornal Santuário

Como lidar com a gripe fora de hora

A saúde é um dom que a maioria absoluta das pessoas possui em abundância, nascendo indivíduos plenos de potencialidades. Entretanto, faz-se necessário obedecer a princípios básicos de higiene corporal e mental para desenvolvermos tudo de maravilhoso que possuímos ao nascer. Assim, saúde é um bem mantido e conquistado diariamente.

Na medida em que respeitamos os limites humanos e do meio ambiente onde vivemos, resguardamos nossa saúde eficientemente.

Mas o que vemos acontecer no mundo “moderno” é um modo de viver em total descompasso com as mais básicas leis naturais e em desrespeito rotineiro com a natureza.

Foto de: Agência Brasil

Vacina  - Agência Brasil

A vacinação anual contra a gripe é outra medida
importante, principalmente para a população mais
sensível e exposta

Assim, o descontrole das estações, misturando características de inverno, verão, primavera e outono faz aparecerem doenças em momentos inesperados, surpreendendo os seres humanos e cobrando impostos altíssimos pela agressão constante que as pessoas fazem ao mundo que Deus nos deu para viver.

Assim ocorrem epidemias variadas. A Dengue, resultante da urbanização descontrolada e do acúmulo de lixo em nossas cidades e a gripe fora de hora, provável resultado das mudanças climáticas oriundas da agressão à natureza.

No mundo moderno, onde viagens internacionais são rápidas e frequentes, pessoas de diferentes países interagem rapidamente, inclusive compartilhando microrganismos, que de outra forma estariam restritos a espaços geográficos circunscritos.

Observamos atualmente um surto de gripe em nosso país, predominantemente no Estado de São Paulo, mesmo antes do outono, fazendo adoecer grande número de pessoas e fazendo morrer muita gente.

Como prevenir a gripe? Mantendo medidas de higiene de forma constante e habitual: lavar as mãos com água e sabão várias vezes ao dia; usar lenços descartáveis ao espirrar ou tossir, lavando as mãos a seguir; evitar ambientes fechados a aglomerados; ventilar os ambientes; alimentar-se bem e beber bastante água. Além disso, se adoecer, procurar imediatamente o médico para ser corretamente diagnosticado e medicado.

Gripe é doença grave. Diferentemente do resfriado comum que apresenta sintomas respiratórios discretos, com estado geral do paciente mantido, a gripe abate o doente, deixando-o de cama, com tosse expressiva, febre alta, muitas vezes falta de ar e outros sintomas, como vômitos e diarreia. Se a pessoa apresentar sintomas de gripe deve ir imediatamente ao médico, para ser medicada e obedecer à conduta recebida. Guardar repouso é essencial, respeitando a si próprio, ao não se expor a ambientes públicos em situação de enfraquecimento; respeitando os demais, evitando disseminar sua doença para outras pessoas.

A vacinação anual contra a gripe é outra medida importante, principalmente para a população mais sensível e exposta. A vacinação necessita ser reforçada todos os anos porque a fórmula da vacina muda também, anualmente, contendo produtos de vírus de gripe de circulação recente.

O momento é de responsabilidade e atenção. Fazer o “dever de casa”, com prevenção e cuidados, e assim praticar o amor que se deve ter a nossos irmãos humanos e com nós mesmos em toda a sua expressão.

Stella Zöllner

Infectologista e professora da Universidade de Taubaté (Unitau)

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Da redação, em Jornal Santuário

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.