Por Jornal Santuário Em Jornal Santuário

Editora Santuário completa 115 anos de história

Novembro é o mês de aniversário da editora que é símbolo de tradição na publicação de conteúdos importantes para a humanização da cultura e na contribuição para esclarecer e “catequizar” as devoções da religiosidade popular.

banner_editora_115anos_1

É difícil imaginar Aparecida, o Brasil, ou qualquer parte do mundo há 115 anos. A imprensa escrita era praticamente a única forma de comunicação existente e o país tinha a maior parte de sua população analfabeta. Também 90% das pessoas viviam na zona rural, ou seja, dos 17 milhões de brasileiros (população da época), 11 milhões tinham a roça como única opção de atividade. A expectativa de vida pouco ultrapassava os 33 anos, o país era uma república há pouco tempo, tinha pouca representatividade para o resto do mundo e oferecia para a população condições muito precárias de vida e instrução.

E foi nessa época, mais precisamente em 1984, que uma primeira turma de Missionários Redentoristas, vindos da Alemanha, começava uma história que dura até hoje. Eles chegaram a Aparecida para evangelizar o povo, com o intuito de propagar a devoção a Nossa Senhora Aparecida para todos os cantos do Brasil, mas perceberam que as pessoas não precisavam só disso. Elas precisavam ser cidadãs, precisavam de informação, de cultura e de conhecimento para se desenvolverem como pessoas. Era preciso construir algo novo.

Tiveram então uma ideia corajosa e ousada: iniciar uma editora, fundar um jornal, trazer máquinas da Alemanha e pôr uma gráfica para funcionar. De fato, iniciar um período de transformação.

editorasantuario_1900

 

 

editorasantuario_primeirojornal_ok

Arquivo - 1ª Edição do

Jornal Santuário

No dia 10 de novembro de 1900, é publicado o número 1 do Jornal Santuário d’Apparecida, primeiro produto produzido pela Editora Santuário, que ensinava naquela primeira edição, ao devoto de Nossa Senhora, a sempre praticar o bem.

Talvez os missionários redentoristas daquela época não fizessem ideia do tamanho da missão que acabavam de assumir, do legado que iriam deixar, das transformações que seriam capazes de incentivar.

Dentro desse contexto, a Editora associa-se de forma íntima à missão da Congregação do Santíssimo Redentor e, de certa forma, ao ser fundada somente seis anos após a chegada dos redentoristas alemães ao Brasil, acompanha passo a passo a missão redentorista, sobretudo da Província de São Paulo.

São 115 frutuosos anos no sentido de ter expandido os meios de difusão do anúncio da Palavra. De acordo com o diretor de periódicos da Editora Santuário, Padre Ferdinando Mancilio, tudo deve ser comemorado: história, fatos, acontecimentos, perspectivas. “A Editora Santuário nasceu com um objetivo claro: comunicar, catequizar, formar o povo cristão em seus princípios éticos, morais e de cidadania, além do contato explícito com o peregrino de Nossa Senhora. Esse ideal continua e, hoje, ela continua a levar adiante seus propósitos e ideais. Por isso, temos tudo para comemorar o que nasceu na simplicidade de uma iniciativa missionária”, opina.

Daquele 10 de novembro em diante nasceu a responsabilidade de sempre assumir a missão como norma de vida. O grande desafio é manter um equilíbrio entre as diferentes linhas de pensamento e de pastoral, de forma a contribuir para uma evolução positiva do processo de evangelização.

 

Confira a promoção que a Editora Santuário preparou para comemorar seu aniversário: 115 livros por R$ 15,00 cada

 

2 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jornal Santuário, em Jornal Santuário

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.