Por Jornal Santuário Em Notícias

59 anos de cultura e fé: Aniversário do Museu Nossa Senhora Aparecida

Tudo começou com uma aparecidense que amava sua terra natal, a professora e pesquisadora Conceição Borges Ribeiro Camargo, que queria salvaguardar a arqueologia indígena que havia sido descoberta em vários pontos da cidade. Sua curiosidade levou-a às pesquisas profundas desses achados, o que a incentivou à criação de um pequeno museu. Com parceria com os padres Redentoristas, e o apoio do sr. cardeal, dom Carlos Carmelo de Vasconcellos Motta, foi inaugurado no dia 8 de setembro de 1956 (em uma sala das Oficinas Gráficas do Santuário), o Museu Nossa Senhora Aparecida.

Foto de: Santuário Nacional

Museu Nossa Senhora - Santuário Nacional

Museu Nossa Senhora Aparecida foi inaugurado a partir do sonho da professora
Conceição Borges Ribeiro Camargo

 

O acervo passou por vários locais ao decorrer dos anos, e como as coleções foram aumentando com doações dos romeiros o museu ganhou um espaço no 2º andar da Torre Brasília em 1967, onde permanece até os dias atuais.

Mesmo sem um critério museológico, o local apresentava uma grande coleção eclética que era mostrada de forma funcional, e que agradava a todos que visitavam o museu. Dona Conceição Borges sempre que podia trazia amigos da cultura do Vale do Paraíba para lançamentos de livros, comemoração de aniversário do museu e de datas cívicas.

Os anos passavam e o museu ampliava o seu acervo e o número de visitantes.

A partir do ano de 2003 foram feitas modernizações no local, na disponibilidade do acervo e nos registros. Primeiramente o acervo passou por classificação, organização e ganhou um andar para reserva técnica e corpo técnico especializado.

O museu passou a apresentar um novo projeto com um olhar mais voltado a devoção a Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Inaugurando em 2005 a exposição permanente no 1º andar da Torre Brasília, com o título: Rainha dos Céus, Mãe dos Homens: Aparecida do Brasil. Uma bela exposição que apresenta desde a anunciação até a redenção de Cristo. Mostrando alguns títulos de Maria, Nossa Senhora da Conceição, Penha, Rosário e Nossa Senhora da Conceição Aparecida, encontrada nas águas do rio Paraíba do Sul em 1717. Neste contexto coleções de imagens de Nsa. Sra. Aparecida (tipos e materiais diferenciados) são mostrados. A corrente do escravo Zacarias, a marca da ferradura na pedra, a grande tela da Coroação de Nossa Senhora em 1904 (pintada em 1907 pelo artista italiano Rosalbino Santoro), fotos que demonstram o desenvolvimento da cidade e a Domus Aurea, a Casa do Ouro, onde estão as joias doadas pelos devotos, também estão nessa exposição.

Em 2012, foi inaugurada uma nova exposição no 2º andar com o título O Museu e suas Histórias, reestruturado por projetos museológicos e museográficos onde o roteiro narra a relação do homem com a religião, a fé, a arte, a música, a comunicação, o cotidiano e a natureza. Encerrando com uma exposição temporária de Arqueologia Indígena de Aparecida e do Vale do Paraíba.

São vários os motivos para comemorar e visitar o nosso Museu.

Cesar Augusto Maia é curador do Museu Nossa Senhora Aparecida

4 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jornal Santuário , em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.