Por Jornal Santuário Em Notícias

Arcebispo de Vitória da Conquista (BA) explica processo de eleição dos bispos

De acordo com explicações do arcebispo de Vitória da Conquista (BA), dom Luiz Gonzaga Silva Pepeu, as eleições para a composição da presidência, vice-presidência, secretaria-geral e comissões episcopais pastorais, provavelmente terão início na segunda-feira, dia 20. A cada quatro anos, a CNBB realiza a mudança dos responsáveis pela entidade.

 

Serão 15 urnas eletrônicas distribuídas ao longo do auditório do Centro de Eventos padre Vítor Coelho, no Santuário Nacional. Ali os vários grupos terão acesso as urnas para eleição do presidente, vice-presidente, secretário, e posteriormente para eleger os presidentes das 12 comissões episcopais pastorais.

Foto de: Eduardo Gois / JS

Urna Eletrônica - Eduardo Gois JS

Urna eletrônica foi desenvolvida pela equipe de T.I. da CNBB

Segundo dom Pepeu, todos os bispos diocesanos são eleitores e candidatos para presidente e vice, já para secretários quem concorre são os bispos auxiliares e coadjutores.

O sistema de urnas eletrônicas foi desenvolvido pela equipe de tecnologia da informação da CNBB. O bispo eleitor tem direito a uma carteirinha com chip que é apresentada ao presidente e a coordenação de cada urna.

Para se eleger, o bispo candidato terá que receber dois terços dos votos. A votação pode ser repetida por até cinco vezes, caso nenhum dos candidatos atinja o número mínimo de votos, sendo que nas duas últimas tentativas, somente os mais votados serão candidatos.

Após o resultado, os bispos eleitos são questionados sobre o seu desejo de assumir o cargo.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jornal Santuário, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.