Por Deniele Simões Em Notícias

Atividades diversas celebram 30 anos da Academia Marial

A Academia Marial do Santuário Nacional de Aparecida completa 30 anos de existência neste 16 de julho, mas uma série de atividades comemorativas giraram em torno da data, com destaque para o tradicional Congresso Mariológico, que este ano terá enfoque celebrativo.

Segundo a direção da Academia Marial, as comemorações alusivas ao aniversário começaram em maio e devem estender-se até o final do ano.

Foto de: Reprodução

Academia Marial -  Reprodução

“Estamos com algumas ações como, por exemplo, exposições de obras marianas”, pontua o diretor da Academia Marial, padre Valdivino Guimarães. Ao todo, acontecem quatro exposições.

A primeira delas realizada em maio, no hall de entrada da Torre Brasília, no Santuário Nacional, reuniu imagens marianas. Entre maio e junho o Hotel Rainha do Brasil recebeu uma exposição de telas enfocando Maria.

Dentro das atividades agendadas, no dia 9 de junho uma celebração eucarística no Santuário Nacional, marcou as comemorações a São José de Anchieta, patrono da Academia Marial.

“Rezamos e agradecemos a Deus pela vida desse grande mariólogo, um grande contribuinte para com a catequese no Brasil que foi tomado como patrono da Academia Marial”, explica.

A próxima exposição terá enfoque histórico e vai acontecer no mês de julho, na Torre Brasília, mostrando detalhes sobre a fundação da Academia.

No dia 16 de julho, data de fundação da Academia, houve uma celebração em ação de graças pelos 30 anos da agremiação, no Santuário Nacional.

O mês de setembro vai abrigar dois grandes eventos, a exposição Nossa Senhora na Arte e o IX Congresso Mariológico, no auditório Padre Noé Sotillo, no subsolo do Santuário.

Outro momento comemorativo será a Assembleia dos Associados, que acontece anualmente, mas fará alusão aos 30 anos da Academia. O evento será no dia 12 de dezembro.

IX Congresso Mariológico

O tradicional Congresso Mariológico será de 10 a 13 de setembro, no Santuário Nacional, numa parceria com a Faculdade Dehoniana de Taubaté. O tema deste ano é A Iconografia de Aparecida – Teologia da Imagem e vai abordar todo o significado da Imagem de Nossa Senhora Aparecida.

O assunto será detalhado por especialistas renomados, que falarão sobre a iconografia e a teologia em torno da Imagem da Virgem de Aparecida. Dentre os congressistas, destaque para Maria Inês Lopes Coutinho, do Museu de Arte Sacra de São Paulo, o artista plástico Cláudio Pastro, padre Zezinho, a teóloga Lina Boff, entre outros.

De acordo com o religioso, a temática do Congresso perpassará os 300 anos do encontro da Imagem nas águas do rio Paraíba, em 1717, celebrando os 30 anos de fundação da Academia, somando-se aos preparativos para o grande jubileu de bênçãos, em 2017.

Por tratar-se de um evento celebrativo, o Congresso terá uma novidade este ano, a Noite Cultural. O momento comemorativo será no dia 11, com apresentação da Orquestra Pemsa e o lançamento de dois livros com temática mariana, pela Editora Santuário.

Durante a Noite Cultural também será inaugurada a exposição Nossa Senhora na Arte, com telas, trabalhos em papel e serigrafias enfocando Maria. “Estamos fazendo convite a artistas para que tragam seus trabalhos para compor essa bela exposição mariana”, explica padre Valdivino.

Outra iniciativa a ser viabilizada durante o Congresso é o lançamento de uma medalha comemorativa em alusão aos 30 anos da Academia Marial, para que seja adquirida por associados e não associados como lembrança pela efeméride.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Deniele Simões, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.