Por Allan Ribeiro Em Notícias

Bispos analisam atual conjuntura da Igreja e da sociedade

A Igreja no Brasil se prepara diante das transformações sociais, políticas e econômicas da atualidade. A grande questão, dentro da conjuntura eclesial, é de como fazer para que a evangelização aconteça numa sociedade em transformação. Para um melhor direcionamento, a 53ª AG refletiu sobre a temática.

Foto de: Reprodução

dom orani

Cardeal Tempesta citou a necessidade de adaptar
a presença da Igreja à realidade de cada pessoa

O ex-ministro da Fazenda, Rubens Ricupero, foi convidado para abordar o assunto. Em seu discurso aos bispos, ele ressaltou a necessidade de definir um denominador comum unindo a todos os brasileiros, fazendo com que o país não sofra um retrocesso nas conquistas dos últimos 30 anos.

“Em termos de crescimento estamos com um país está mais pobre. O crescimento não é tudo, mas pode-se dizer que é quase tudo. Sem ele não há base para melhorar a situação social. Se o crescimento não for retomado em um prazo relativamente curto, as conquistas sociais ficarão ameaçadas”, diz Ricupero.

Diante dessas necessidades, o arcebispo do Rio de Janeiro (RJ), cardeal dom Orani João Tempesta, lembrou o papel das ações sociais adotadas ultimamente pela Igreja, citando a Campanha da Fraternidade, que este ano abordou o tema Igreja e Sociedade.

O arcebispo também citou o Documento de Aparecida, que aponta atitudes a serem tomadas ante os desafios impostos pelo mundo secularizado. “Diante desse mundo em mudança, há a necessidade de uma presença mais personalizada da Igreja, de chegar mais próximo das pessoas”, disse, ao lembrar também as palavras do Papa Francisco, que defende a presença da Igreja nas periferias sociais, existenciais e culturais.

Nesse contexto, o trabalho de evangelização tem sido fundamental, tendo em vista que tem ajudado os fiéis a serem testemunho vivo, fazendo com que eles possam atuar diretamente na transformação da sociedade com vistas à recuperação de caminhos éticos e de justiça social.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Allan Ribeiro, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.