Por Jornal Santuário Em Notícias

Cantora Maria do Rosário fala sobre carreira e fé

A carreira da cantora católica Maria do Rosário não se pauta apenas pelos CDs e DVDs que gravou. Ela é leiga comprometida, missionária, evangelizadora, que há 20 anos viaja por todo Brasil e pelo exterior, levando o conforto espiritual a milhares de pessoas por meio da música e da pregação.

Maria do Rosário atua junto à equipe da Revista Brasil Cristão, da Associação do Senhor Jesus, onde trabalha há mais de 25 anos.

Maria do Rosário também apresenta o programa Brasil Cristão, na Rede Século 21.

Nascida numa família católica, o talento musical de Maria do Rosário começou a despontar desde criança.

Em 1992, o produtor Kater Filho, percebendo seu talento, chamou-a para gravar algumas faixas de um LP, no estúdio das irmãs Paulinas, em São Paulo.
Depois de algumas participações nos LP’s Louvemos o Senhor e em outros trabalhos, o talento de Maria do Rosário não parou de brilhar.

Foto de: Marina Avanci

Maria do Rosário - Marina Avanci

"Cresci escutando e cantando padre Zezinho"

Em 1995, gravou seu primeiro CD, em 1997 o segundo, o terceiro em 2000, na sequencia, em 2004, o quarto, que lhe rendeu disco de ouro, e por fim, 2008 e 2012. Em breve lançará um DVD para comemorar seus 20 anos de carreira. O trabalho é intitulado de Força da Minha Fraqueza e foi inspirado por momentos difíceis de sua vida.

 

 

Jornal Santuário de Aparecida – Já são 20 anos de carreira. Conte como e quando começou a gostar de música?

Maria do Rosário – Nasci numa família católica e bastante musical. Sendo assim, cresci neste ambiente. Tínhamos em casa até um coralzinho, onde todos cantavam. Eu era sempre a primeira voz, pois era a caçula.

JS – Para você qual significado a música tem?

Maria do Rosário – A verdadeira música é algo que tem o poder de tocar o nosso coração e penetrar a nossa alma. Por essa razão, associada à evangelização, ela chega tão depressa, como uma seta, no coração das pessoas.

JS – Qual a sua relação com Nossa Senhora e porque seu primeiro trabalho teve músicas dedicadas à Maria?

Maria do Rosário – Todas as canções do meu primeiro CD solo “Sempre Maria” foram dedicadas à Nossa Senhora. Foi a forma que encontrei de homenagear a Mãe Santíssima e consagrar a ela a minha missão de evangelizar através da música.

JS – O que marcou mais nesses 20 anos de carreira?

Maria do Rosário – Um dos momentos mais emocionantes nestas duas décadas foi quando fomos, Pe. Eduardo Dougherty, SJ, e eu para o Japão, e cantei várias das minhas canções em japonês. Senti que o Espírito Santo agia em mim e nos japoneses que participavam, unindo em seu amor os nossos corações. Além desse, eu teria muitos momentos para partilhar aqui.

JS – Acredita que a televisão ajudou a tornar-se mais conhecida?

Maria do Rosário – Sem dúvida, porque a televisão chega a locais onde eu jamais poderia chegar fisicamente. Então, por meio das participações em programas de TV e do Brasil Cristão, programa que apresento na Rede Século 21, a música alcança ainda mais corações desejosos da palavra de Cristo.

JS – Pode contar um pouco como é o seu dia a dia fora da TV, da música, do trabalho? O que você faz nas horas vagas e quais outras atividades dedica o seu tempo?

Maria do Rosário – Tenho uma vida simples. Trabalho, tarefas em casa. Amo minha família e procuro estar o maior tempo possível com minha mãe, meus irmãos, meus cunhados e sobrinhos. Nas horas vagas, que não são muitas, gosto muito de ler, especialmente ler vida de santos. Gosto demais! Algo que amo muito é cantar na missa em minha Paróquia. Faço isso há mais de 30 anos.

JS – Você teve um período de dificuldades para lançar novos trabalhos. Pode partilhar quais foram seus principais desafios durante esse tempo?

Maria do Rosário – Sim, pois passei por um período de doença. O desafio na ocasião era não perder a fé, mas pedir a Deus que a aumentasse. A grande graça nesta etapa da minha vida foi a de poder rezar mais e escutar mais a Voz de Deus. Sem dúvida, de todo mal Deus tira um bem. O que parecia negativo foi uma bênção em minha vida e, neste tempo de sofrimento, nasceu o projeto Força da minha fraqueza, que mais tarde daria vida ao CD e DVD assim intitulados.

JS – O seu novo DVD comemora seus 20 anos de carreira. O que esse novo trabalho representa em sua vida?

Maria do Rosário – Que Jesus é a Força da minha fraqueza, no verdadeiro sentido da palavra. Esse novo trabalho que nasceu a partir de uma experiência de dor e sofrimento, quer ser um “raio de luz e esperança” àqueles que sofrem fisicamente ou em seus corações.

JS – Todo artista tem como referência musical outros artistas. Quem você gosta de ouvir e cantar fora do seu repertório?

Maria do Rosário – Cresci escutando e cantando Pe. Zezinho. Tive também a alegria de conhecer Frei Fabretti. Gosto muito das músicas do Martin Valverde, Walmir Alencar e Dalvimar Gallo.

JS – Que conselho daria para quem quer ingressar no meio musical católico?

Maria do Rosário – Que nunca se afaste da Eucaristia. Que tenha no seu dia um tempo dedicado à oração. Que não durma sem rezar o Terço. Que seja engajado numa Paróquia ou Comunidade. Enfim, que busque em primeiro lugar o Reino de Deus. Caminhando assim é certo que tudo o mais virá por acréscimo.

JS – Para você o que é mais gratificante na sua profissão?

Maria do Rosário – Quando alguém me diz que se aproximou de Deus e teve uma experiência do seu Amor, através de alguma música que cantei. A maior alegria da minha vida é poder ser um instrumento nas Mãos poderosas de Deus para evangelizar, mesmo sendo esse instrumento tão pequeno que sou.

JS – E o que é mais desafiador?

Maria do Rosário – O grande desafio de todos nós: perseverar na fé. Perseverar na missão, mesmo com todas as dificuldades.

JS – Deixe uma mensagem para todos que gostam de sua música.

Maria do Rosário – Para aqueles que conhecem minha missão de evangelizar com a música, e para aqueles que estão conhecendo agora, desejo tudo de melhor e ofereço a minha oração a cada uma de vocês. E que assim como nos ensina o Papa Francisco, “a nossa vida deve estar centrada no essencial: em Jesus Cristo. Todo o resto é secundário”.

 

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jornal Santuário, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.