Por Deniele Simões Em Notícias

Capacitação busca aprimorar trabalho das missões redentoristas

Missionários que atuam nas Santas Missões Redentoristas participaram, até domingo, 20, de um curso de capacitação no Santuário Nacional de Aparecida.

Segundo um dos coordenadores do curso, padre Carlos Alberto Pereira, da equipe missionária de Araraquara (SP), o objetivo da capacitação é oferecer elementos pastorais e teológicos para o trabalho missionário.

Foto de: Deniele Simões / JS

Pe.'s Carlos e Jésus - Deniele Simões JS

Padre Carlos Alberto Pereira, da coordenação do curso, e padre Jésus Benedito dos Santos,
que ministrou palestra nos dias 3 e 4 de setembro

 

“Diante dos desafios que esse mundo tem apresentado, principalmente nesse tempo de mudanças de época, o curso tem nos trazido ferramentas importantes para o trabalho missionário, por meio do qual desenvolvemos o contato com as comunidades”, explica.

Um dos aspectos abordados durante a capacitação foi a proposta de “Igreja em Saída” do Papa Francisco e como essa nova abordagem tem refletido na ação evangelizadora da Igreja no Brasil.

O programa do curso foi desenvolvido na comunidade redentorista do Santuário, nos períodos da manhã e tarde. As atividades tiveram início no dia 1º de setembro, com uma celebração eucarística na Basílica.

Durante os 20 dias de capacitação, os redentoristas que integram as equipes missionárias de Araraquara (SP), Tietê (SP), São João da Boa Vista (SP) e das missões itinerantes tiveram a oportunidade de vivenciar uma ampla programação.

Os participantes receberam capacitação tanto de assessores convidados, como de missionários redentoristas que atuam com formação religiosa e humanística.

Dentre os assessores convidados, destaque para os padres Jaime Carlos Patias, das Pontifícias Obras Missionárias (POM), e Jésus Benedito dos Santos, da arquidiocese de Pouso Alegre (MG).

Um dos redentoristas que ministraram palestras foi o padre Fábio Evaristo Resende Silva, diretor editorial da Editora Santuário e que também tem experiência na área de formação.

Frater Fabiano Medeiros Costa, da vice-Província, Redentorista de Recife (PE), e a irmã Rita, que colabora com as Santas Missões, também estiveram envolvidos na programação.

Vaticano II e Papa Francisco

Padre Jésus Benedito assessorou o curso nos dias 3 e 4 de setembro. Ele aproveitou a oportunidade para falar aos participantes sobre o Concílio Vaticano II e o modelo de Igreja proposto pelo Papa Francisco.

O sacerdote explica que o trabalho missionário contempla a misericórdia, porque a Igreja é a verdadeira servidora do Povo de Deus. Nesse sentido, a proposta do Pontífice é que a Igreja abra mão das vestes de “príncipe” para tornar-se “serva”.

Ainda de acordo com padre Jésus, é impossível falar do Papa Francisco sem fazer referência ao Concílio Vaticano II, que foi convocado para renovar a Igreja e abrir suas portas para o mundo.

Na mesma perspectiva do Concílio, Papa Francisco pede uma Igreja “em saída”, que vai ao encontro de todos. “É a Igreja que vai às periferias, que atinge não só as periferias geográficas, mas as existenciais”, ressalta.

Padre Jésus também passou aos missionários o que a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) está fazendo para atualizar seus documentos e a ação evangelizadora, também em conformidade com o novo modelo de Igreja proposto por Francisco.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Deniele Simões, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.