Por Allan Ribeiro Em Notícias

Charreteiros da cidade demonstram fé em Aparecida

Charreteiros de Aparecida (SP) fizeram um trajeto diferente do habitual. Dessa vez, o grupo que transporta devotos até o Porto Itaguaçu saiu em procissão pelas principais ruas da cidade em louvor a Nossa Senhora. O motivo é a celebração da 11ª edição Charretaço, que acontece tradicionalmente durante a Festa da Padroeira. Reunidos no Pátio das Palmeiras, no Santuário Nacional, a cavalgada trouxe charreteiros, cavaleiros, amazonas e devotos da Mãe durante o quarto dia de novena.

Foto de: Allan Ribeiro / JS

Charretaço - Allan Ribeiro JS

Em charretes e cavalos, devotos homenageiam Aparecida

 

Para saldar Aparecida os proprietários enfeiram com adereços as charretes. Conduzindo o cortejo, uma charrete-andor levou a Imagem de Aparecida. Como de costume, durante o percurso, os charreteiros entoaram cantos a Maria e dedicaram momentos a oração.

Padre Walteir Gonçalves Magalhães, C.Ss.R. expressa que todas as manifestações realizadas pelos devotos nesse período de Novena conduzem os devotos até Ela. “Essas manifestações são sempre uma oportunidade para que cada romeiro tenha o seu modo para expressar sua devoção por esse presente que Deus nos deu, uma mãe que cuida de nós”, ressalta.

Para quem tira o sustento do turismo religioso, a procissão é momento de agradecimento. A charreteira Ingli Ravane Torres conta que todos os anos participa dessa festa para homenagear a Mãe do Céu. Devota, o Charretaço para ela é uma demonstração concreta de fé. “A gente agradece a Nossa Senhora por tudo. Ela merece. Tudo que acontece de bom na nossa vida temos que agradecer a Nossa Senhora”, diz a jovem.

O cortejo também atrai famílias. Mercia Bustamente Arneiro reúne as amigas e os netos para participar da procissão. Apesar de não ser charreteira, ela está presente desde a segunda edição do evento. O que a move é o apego a Virgem. “Só não sai no primeiro ano. No segundo falei que ia sair e que Nossa Senhora iria dar saúde para mim. Desde então eu não perdi”, relata.

 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Allan Ribeiro, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.