Por Da Redação. Em Notícias Atualizada em 26 FEV 2018 - 16H44

Currículo diferenciado é fundamental, dizem especialistas


Shutterstock
Shutterstock

Ser um candidato diferenciado. Essa é a característica que as empresas mais levam em conta na hora de contratar alguém para uma vaga de estágio ou emprego. Segundo o consultor de recursos humanos Cleber Andriotti Castro, quem está em busca de uma vaga precisa se diferenciar dos concorrentes. “Para isso, não basta dizer que possui vontade ou competência; é necessário comprovar”.

Isso acontece porque os selecionadores buscam, entre todos os candidatos, aquele que tem o perfil mais adequado à vaga, baseando-se menos no seu discurso e mais nas suas competências e realizações. O currículo é uma boa oportunidade para o candidato expor o que já fez ou sabe fazer. Mas, para o consultor, não deve trazer apenas as experiências, mas os resultados que o candidato alcançou em empregos anteriores. “Deve-se mostrar como poderá fazer a diferença em favor da empresa”, orienta.

Já no caso dos candidatos que buscam uma primeira oportunidade, o consultor orienta a busca por cursos relacionados à área de atuação, além de atividades voluntárias, que podem demonstrar consciência social.

Foco é fundamental: O JS mostra dicas de especialistas na área

Na hora de preparar o currículo, o foco é uma característica essencial. Afinal, deve-se saber o que realmente quer na hora de buscar uma vaga.

O candidato não pode apresentar um “currículo genérico” mas, sim, um currículo específico para a oportunidade a que está se candidatando.

É preciso evidenciar habilidades, conquistas e experiência em ordem de importância.

Mas, e se o candidato for um jovem e ainda não tem experiências profissionais ou de estágio? De que modo o currículo deve ser elaborado?

Mostrar em que áreas ele tem afinidade e também o que já estudou ou fez relacionado à área.

Atualize constantemente o currículo, pois se você acha que não tem muito o que colocar, precisa começar a considerar participar de cursos, palestras, voluntariados, associações e outras coisas que possam ser relevantes.

personal branding Vanessa Versiani, também orienta que não se deve enviar currículo para vagas muito diferentes na mesma empresa. “Foco é essencial. Com isso, conseguir bons trabalhos em consequência de currículos enviados é inevitável”, destaca.

Redes sociais

Shutterstock
Shutterstock

O comportamento nas redes sociais também é um fator importante na hora de buscar emprego, porque empresas usam essas redes para conhecer melhor as pessoas que vão trabalhar nela; as habilidades ‘buscadas’, como aquela pessoa se porta, coisas que ela gosta e interesses além do trabalho.

Além de ser uma espécie de “espelho” para o profissional, as redes sociais também podem ser uma boa ferramenta para a busca de oportunidades. As redes mais indicadas são o Linkedin e os grupos específicos para a divulgação de vagas de emprego no Facebook.

É importante que o candidato mostre suas habilidades para o maior número de pessoas. É possível fazer isso inserindo o currículo em redes específicas, ou comentando assuntos da área profissional em que atua.

Sites das agências de emprego que atendem a área onde o candidato está também são uma boa opção.

Outro recurso são sites locais que divulgam vagas de emprego na cidade ou região abrangida.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Da Redação., em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.