Por André Somensari Em Notícias Atualizada em 10 JAN 2020 - 14H18

Editora Santuário e Academia Marial lançam coleção “Escola de Maria”

A Editora Santuário com a Academia Marial de Aparecida (AMA) lançaram recentemente a coleção de livros “Escola de Maria” que conta inicialmente com quatro livros: “O Silêncio de Maria”, “Resgate histórico de Maria de Nazaré” (de Márcia Terezinha Cesar Miné Geraldo), “Maria no movimento do Espírito Santo” (de Lina Boff) e “Maria e o Espírito Santo” (de Frei Jonas Nogueira da Costa).


Padre Ulysses, diretor da Academia Marial de Aparecida



O objetivo dessas obras é possibilitar aos devotos acesso aos conteúdos que contribuem para o crescimento e fortalecimento da fé e da devoção a Nossa Senhora. A equipe do Jornal Santuário conversou com Padre José Ulysses da Silva, C.Ss.R., missionário redentorista e diretor da Academia Marial, que deu mais detalhes sobre a coleção.

Qual o conceito da coleção “Escola de Maria”? Como foram escolhidos esses primeiros títulos?

Padre Ulysses da SilvaA coleção “Escola de Maria” tem a intenção de retomar os " Cadernos Marianos”, uma iniciativa de Padre Eugênio Bisinoto, 2º diretor da Academia Marial. Estamos retomando essa coleção, com o desejo de aprofundar um pouco mais o estudo sobre a figura, o mistério, a missão de Maria Santíssima. Vem em decorrência, inclusive, do curso de Pós-Graduação em Mariologia (parceria entre Academia Marial e Faculdade Dehoniana, de Taubaté-SP), que já está formando sua 2ª turma de mariólogos. E é exatamente desses mariólogos e de seus professores que procuramos colher essas monografias temáticas, que são uma reflexão aprofundada sobre Nossa Senhora.

O senhor poderia fazer uma breve síntese sobre cada livro e sobre seus autores? Vão ser lançados mais obras dessa coleção?



Padre Ulysses – O primeiro título “O Silêncio de Maria” foi escrito pela professora Márcia Terezinha Cesar Miné Geraldo. Ele se refere exatamente a esta capacidade que tinha Nossa Senhora de meditar todo o mistério de seu filho dentro de seu coração, procurando penetrar um pouquinho na novidade, na surpresa dessa Boa-Nova, que Jesus trouxe. Márcia é diretora do curso de pós-graduação em Mariologia e tem o conhecimento bem aprofundado, muito meditado em seu coração, sobre Nossa Senhora e um imenso amor por Maria Santíssima.



O segundo número dessa coleção, “Maria no movimento do Espírito Santo”, é fruto de uma bonita palestra, ministrada por Lina Boff, uma conhecida marióloga, no 13º Congresso Mariológico (maio de 2019), e partilhada com todos os congressistas.



Assim como Lina Boff, Frei Jonas também participou do 13º Congresso Mariológico dando uma palestra sobre a dimensão de Nossa Senhora e o Espírito Santo na Sagrada Escritura e na tradição na Igreja. Recolhemos também sua palestra e a transformamos no terceiro volume da coleção, “Maria e o Espírito Santo”.



O quarto título da coleção, “Resgate histórico de Maria de Nazaré”, é outra obra de Márcia Terezinha Cesar Miné Geraldo. Nesse livro, Márcia consegue mostrar a figura de Nossa Senhora na rotina de sua vida, em Nazaré. Ela resgata aquela adolescente simples, que morou em uma pequena cidade e viveu igual a todas as demais mulheres de Nazaré, com a diferença de ser a escolhida por Deus para conceber, por meio do Espírito Santo, o Menino Jesus. Esses são os quatro primeiros volumes da coleção. E nós temos a certeza de que ela irá continuar, porque são muitos aqueles que já escreveram maravilhosamente sobre Nossa Senhora. Há também os trabalhos finais dos alunos da Pós-Graduação (em Mariologia), que poderão ser publicados nessa coleção.

Na opinião do Senhor, qual a importância de os cristãos, em especial os católicos, estudarem Mariologia?

Padre Ulysses – É maravilhoso como o povo católico, principalmente o brasileiro, é um povo mariano! A figura de Nossa Senhora está presente na história do Brasil desde que desembarcaram aqui as primeiras caravelas dos portugueses, trazendo sempre uma Imagem de Nossa Senhora (ou da Imaculada Conceição ou de Nossa Senhora da Esperança). Mas, é importante também perceber que, por detrás dessa devoção e piedade, o católico não vai além de suas promessas, de suas devoções, de suas orações já decoradas e repetidas constantemente. Muitas vezes, ele não consegue perceber a figura de Maria dentro da missão de Jesus Cristo e dentro da Igreja. Então aprofundar o conhecimento sobre Nossa Senhora é colocá-la dentro do mistério e da missão de Nosso Senhor Jesus Cristo; faz parte da Cristologia. Sem Jesus, não existe Maria, e, ao mesmo tempo, nós sabemos que foi Maria quem se dispôs a dar um corpo humano para o Verbo Divino. Os dois estão interligados, e é importante que essa ligação seja explicitada em nossa fé mariana, em nossa devoção, em nossa piedade.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por André Somensari , em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.