Por Allan Ribeiro Em Notícias

Encontro discute ação evangelizadora nas universidades

Universitários de todo o Brasil estarão reunidos em Colatina (ES), entre os dias 10 e 12 de outubro, para discutir as diretrizes que irão conduzir as mais diversas formas de presença da Igreja nas Instituições de Ensino Superior do país. Organizado na Faculdade Castelo Branco, o Encontro Nacional dos Universitários Cristãos (Ebruc) traz como tema Universidade e sociedade e irá refletir as relações das instituições com a comunidade universitária brasileira.

Foto de: Divulgação

Ebruc - Divulgação

Encontro discutirá ações evangelizadoras nas Instituições de Ensino Superior

 

Em sua terceira edição, o evento tem como missão favorecer o intercâmbio de experiências e reflexões ligadas à vida universitária, assim como possibilitar a troca de vivências entre os membros da Pastoral.

O encontro não atrai apenas estudantes, mas também agentes e coordenadores, acadêmicos e paróquias universitárias. Apesar de ser promovido pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), o evento é aberto a participantes de outras denominações cristãs.

O lema do evento neste ano é Tecendo a vida com arte. A rede da Pastoral Universitária na cultura e sociedade. A partir dessa linha, serão conduzidos aprofundamentos a respeito dos pontos de divergência e convergência entre universidade e sociedade, bem como a presença dos trabalhos pastorais nesse meio.

Por meio do diálogo e do intercâmbio, a coordenação busca articular as experiências e iniciativas da ação evangelizadora nas Universidades. O encontro também visa ao contato e à articulação com os colaboradores da Comissão, do governo e da Igreja.

Nos três dias de evento, a programação reserva atividades como manifestações culturais regionais, mesas-redondas, oficinas, peças de teatro, dinâmicas de celebração e integração.

Fórum de Cultura

Em paralelo, será realizado o Fórum Brasileiro de Cultura, nos dias 11 e 12 de outubro. O evento acontece em consonância com o Ebruc. Com o tema Hospitalidade e comensalidade, o Fórum também será promovido pelo Setor Universidades da CNBB.

Esse encontro cultural reunirá atores, projetos e riquezas culturais das diversas regiões do Brasil, com a finalidade de favorecer a troca de experiências, o intercâmbio de produtos e o estabelecimento de parcerias em níveis regional e nacional.

Estão programadas atividades culturais, experiências gastronômicas, feira de cultura, concerto, show, palestras e oficinas. Haverá também a presença da Orquestra de Câmara da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC–PR), do professor Roberto da Mata e de outros conferencistas para as mesas temáticas.

Expectativas

Cada jovem traz consigo uma realidade distinta e uma vontade por aprender e vivenciar novas experiências. São estudantes de diferentes regiões que trazem o anseio de aprimorar o convívio pastoral na cidade de origem.

Dentre esses universitários está Karoline Melo Manso, de Niterói (RJ), que participará pela segunda vez do Ebruc. Ela é integrante da Pastoral Universitária há 6 anos. A jovem conta que na última edição do evento pode ampliar as perspectivas e desenvolveu atividades ecumênicas com movimentos estudantis de outras religiões, na Universidade Federal Fluminense (UFF).

Para este ano, ela espera trazer novas ideias para compartilhar com aqueles que não puderam ir a Colatina. “Esse encontro reúne muitas realidades. É uma troca de experiências muito grande. A gente aprende muito. Acredito que vamos colher muitos frutos desse encontro. Vai ser um momento muito marcante para a arquidiocese de Niterói e para as outras também”, espera a estudante de fisioterapia.

Keleton Eduardo da Silva Moura, de Belo Horizonte (MG), compartilha do mesmo desejo da jovem fluminense. O universitário também leva para o encontro experiências positivas promovidas por ele e outros colegas na Pontifícia Católica de Minas (PUC- MG). Além das celebrações eucarísticas e dos momentos Orantes, a pastoral da qual ele participa, no Bairro São Gabriel, tem interagido com a comunidade carente local, oferecendo a todas as idades oficinas de informática, inglês e jogos digitais.

Com o estudante de Jornalismo outros quarenta participantes da universidade participarão do evento. Keleton acredita que o Ebruc será um momento de reflexão da fé cristã no meio acadêmico. “O encontro vai possibilitar o crescimento da minha formação enquanto cristão. Também o crescimento pessoal e profissional”, analisa o estudante.

Para aqueles que estão no início, o Ebruc fortalece o caminho pastoral. Karla Costa, de João Pessoa (PB), participa há dois do movimento pastoral. Para ela, a estadia no Espírito Santo será uma oportunidade ímpar para diálogos, trocas de conhecimento e vivências. Ela crê que retornará ao nordeste conhecendo e aprimorando novas formas de evangelização universitária.

A universitária compartilha os desafios dos cristãos nas Instituições de Ensino Superior e espera conceber novas ideias a partir do Ebruc. “O desafio é estar atento ao mundo que cerca o universitário e perceber as demandas existentes, colocando os seus dons a serviço da construção do Reino de Deus. Isso só será possível se transformamos nossas atividades profissionais e diárias em uma forma especial de viver e de testemunhar o ensinamento cristão do amor e do respeito à dignidade da vida humana”, coloca.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Allan Ribeiro, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.