Por Deniele Simões Em Notícias

Fiéis podem visitar sinos do futuro Campanário

Os 13 sinos que irão compor o Campanário já podem ser visitados pelos fiéis que passam pelo Santuário Nacional de Aparecida.

Os sinos foram batizados no último dia 8 de dezembro, durante celebração eucarística, e ficarão expostos próximo ao Jardim Norte até a finalização da obra, no segundo semestre do ano que vem.

O conjunto do Campanário integra o cronograma de obras que serão entregues até 2017, quando acontecem as celebrações dos 300 anos do encontro da Imagem de Aparecida nas águas do rio Paraíba.

Segundo o bispo auxiliar de Aparecida (SP), dom Darci José Nicioli, a obra terá quase 50 metros de altura e comportará 13 sinos. A expectativa é que a inauguração aconteça em outubro do ano que vem.

Foto de: Thiago Leon / Santuário Nacional

Sinos Campanário - Thiago Leon Santuário Nacional

Sinos integram projeto do futuro Campanário do Santuário Nacional e podem ser visitados pelo público,
próximo ao Jardim Norte

 

De acordo com o administrador-ecônomo do Santuário, padre Daniel Antonio da Silva, os sinos fazem referência aos arcebispos, bispos e cardeais que estão diretamente ligados à história de Nossa Senhora Aparecida, bem como aos 12 apóstolos e à Campanha dos Devotos, principal sustentáculo das obras do Santuário.

Apesar da grandiosidade do campanário, a principal obra para o Jubileu de 2017 é a Cúpula central. O trabalho, iniciado em 2012, contempla não só o revestimento da cúpula, conforme explica padre Daniel. “É uma estrutura maior do que aquele meio globo lá de cima; ela desce até o presbitério e a gente entende tudo aquilo como um baldaquino”, diz.

O revestimento do globo já foi concluído, mas será revelado apenas no dia 12 outubro de 2017. Por enquanto, ele permanece coberto por uma lona de proteção.

Já as quatro estruturas que descem formando o baldaquino estão sendo revestidas com azulejos que, segundo padre Daniel, lembram a tradição portuguesa e espanhola.

Foto de: Deniele Simões / JS

Pe. Daniel - Deniele Simões JS

Segundo padre Daniel Antonio da Silva,
sinos fazem referência aos arcebispos,
bispos e cardeais ligados à história de
Nossa Senhora Aparecida, bem como
aos 12 apóstolos e à Campanha dos
Devotos

A previsão é que até dezembro de 2016, todo o baldaquino seja revelado. Por enquanto, apenas duas partes foram mostradas ao público, nos meses de julho e dezembro, respectivamente.

Monumentos em homenagem a Nossa Senhora

O artista sacro Cláudio Pastro é o responsável por todo o conjunto arquitetônico do Santuário Nacional e prepara a confecção de três monumentos em homenagem a Nossa Senhora Aparecida, recordando os 300 anos do encontro da Imagem.

O cardeal arcebispo de Aparecida, dom Raymundo Damasceno, ressalta que os três monumentos são iguais, mas serão colocados em locais distintos. “Um será nos jardins do Vaticano; o outro em Brasília, em frente à CNBB, e o terceiro em Aparecida”, explica.

Dom Damasceno classifica como “muito significativa” a colocação do monumento nos jardins do Vaticano. “Será visitado por brasileiros e outros peregrinos que, muitas vezes, vão passear pelos jardins do Vaticano que são muito belos”, conclui.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Deniele Simões, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.