Por Jornal Santuário Em Notícias Atualizada em 18 MAR 2019 - 11H59

Filme “Irmã Dulce” será entregue ao papa Francisco

Está a cargo de dom Raymundo Damasceno, arcebispo de Aparecida e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), entregar ao papa Francisco o DVD do filme “Irmã Dulce”. Ele está a caminho de Roma junto com dom Orani Tempesta, cardeal do Rio de Janeiro; dom Odilo Scherer, arcebispo Metropolitano de São Paulo e dom Edgard Madi, bispo da Eparquia Maronita Libanesa no Brasil. Os religiosos participam junto com dom João Braz - atual prefeito da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica no Vaticano e arcebispo-emérito de Brasília - da 3ª Assembleia Geral Extraordinária do Sínodo dos Bispos sobre a Família, que reunirá bispos de diversas partes do mundo, sacerdotes, especialistas e estudiosos.

Foto de: Reprodução

Irmã Dulce - Reprodução

Os cardeais brasileiros terão uma audiência com o pontífice dia 2 de outubro, quinta-feira. Para reforçar a sugestão de que o papa realmente assista ao filme, uma comitiva segue para Roma: a produtora Iafa Britz; Maria Rita Pontes, sobrinha da irmã Dulce e Superintendente da OSID – Obras Sociais irmã Dulce; e padre Omar Raposo. Eles têm em mãos duas cartas de recomendação do filme, assinadas por dom Murilo Krieger, arcebispo de São Salvador da Bahia (BA) e primaz do Brasil dom Orani, cardeal do Rio de Janeiro; ainda, irão encontrar pessoas fundamentais para a divulgação do filme, como o diretor da Rádio Vaticano.

Rodado totalmente em Salvador, o filme tem coprodução da Globo Filmes, Paramount e Telecine e distribuição da Downtown Filmes e Paris Filmes. O longa mostra a trajetória da freira baiana que, tendo como ferramentas a determinação e o amor, construiu uma obra social sem igual no país, por meio de creches, hospitais e centros educacionais.

A atriz Bianca Comparato vive irmã Dulce na juventude – período em que seu ativismo social e sua luta pelos miseráveis crescem em meio ao preconceito e à desconfiança da sociedade. Já a atriz Regina Braga vive irmã Dulce a partir da maturidade, quando, embora já admirada por suas ações, continua a enfrentar resistência à sua forma de atuar, inclusive dentro da própria Igreja. O elenco conta ainda com Gracindo Junior, Glória Pires, Irene Ravache, Zezé Polessa, Malu Valle, Luiz Carlos Vasconcelos e Fábio Lago.

Com um perfil quase subversivo em sua ação, capaz de quebrar paradigmas por amor ao outro, irmã Dulce lutou contra diversos preconceitos. Foi beatificada em 2011 e segue o processo de canonização que pode torná-la a primeira santa brasileira. Mas, na terra de Todos os Santos, cruzou as fronteiras religiosas, sendo respeitada e venerada pela população. Suas ações e capacidade de mobilização impactaram gerações, a despeito de credos ou mesmo da falta deles. Em 1988 foi indicada ao Prêmio Nobel da Paz por seu trabalho dedicado às populações carentes.

Sinopse

“Irmã Dulce” conta a história da mulher que, indicada ao Nobel, chamada em vida de “Anjo Bom da Bahia” e beatificada pela Igreja, possuía o objetivo de confortar os necessitados, cuidar dos doentes e amparar os miseráveis. Capaz de atravessar Salvador de madrugada para dar colo a um menino de rua ou de pedir verba a um político em pleno palanque, irmã Dulce enfrentou inimigos externos – o preconceito, o machismo, os dogmas – e um interno: uma doença respiratória incurável. Passou por eles com obstinação, alegria, amor e fé e construiu uma obra que, até hoje, só cresce, como a devoção por ela.

 

 

Equipe visitou Aparecida

Foto de: Arquivo Pessoal

padre_josafa_e_iafa_1

A jornalista Ana Paula Bonifácio, padre Josafá Moraes e a produtora do filme, Iafa Britz

No dia 27 de julho, parte da equipe visitou Aparecida e apresentou o filme ao Diretor-Geral da TV Aparecida, padre Josafá de Jesus Moraes. "Foi um enorme prazer conhecer o Padre Josafá, que é um dos grandes admiradores de Irmã Dulce, além de ser seu conterrâneo. Nosso encontro foi bem especial, pois ele já havia produzido um documentário sobre ela há um tempo. Trocamos informações e curiosidades sobre sua vida, e foi muito tocante. O filme "irmã Dulce" estreia em todo o Brasil em 27 de novembro e estamos ansiosos para este dia chegar. Temos certeza de que a história vai emocionar a todos e ajudar a divulgar as obras desta guerreira, o "anjo bom da Bahia", comentou Iafa Britz.

  •  Elenco

Bianca Comparato / Regina Braga – irmã Dulce
Sophia Brachmans – irmã Dulce Criança
Lisandro Oliveira - João Criança
Amaurih Oliveira - João
Patrícia Oliveira / Zeca de Abreu – irmã Emília
Alice Assef – Dulcinha
Malu Valle – madre Fausta
Caco Monteiro – Prefeito
Maria Salvadora – Mãe de Santo
Ícaro Vila Nova – Neco adolescente
Aicha Marques – Tia Madaleninha
Agnaldo Lopes – Dinael
Luiz Carlos Vasconcelos – dom Eugênio Salles

  • Participações especiais

Irene Ravache – madre Provincial
Fábio Lago – Neco
Glória Pires – Mãe de Dulce

  • Atriz/Ator convidado

Gracindo Junior – Dr. Augusto
Zezé Polessa – Dulcinha (irmã de irmã Dulce)
Marcelo Flores – Arduino
Renato Prieto – Repórter

  • Ficha técnica

Direção: Vicente Amorim
Produtora: Iafa Britz
Diretor de Fotografia: Gustavo Hadba
Direção de Arte: Daniel Flaksman
Figurino: Cristina Kangussu
Roteiro: L.G. Bayão e Anna Muylaert
Produtor Associado: Marcos Frota
Produtora Executiva: Camila Medina

 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jornal Santuário , em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.