Por Allan Ribeiro Em Notícias

Igreja colaborará com os Jogos Olímpicos 2016

A arquidiocese do Rio de Janeiro (RJ) estará envolvida nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos que serão realizados na cidade durante os meses de agosto e de setembro deste ano. O arcebispo do Rio de Janeiro, cardeal Orani João Tempesta, explicou que a Igreja estará envolvida para acolher os visitantes, assim como, na preocupação com o legado deixado pelo evento.

No seu discurso, o arcebispo do Rio de Janeiro recordou o gesto do Papa Francisco em abençoar a bandeira Olímpica e Paralímpica durante a Jornada Mundial da Juventude, em 2013. Ele colocou que o gesto do Santo Padre reforçou a conexão entre o evento e a Igreja. “Há uma ligação muito grande entre o esporte e a Igreja que nos faz refletir sobre a beleza e a solidariedade”, salientou.

Foto de: Allan Ribeiro/JS

Dom Orani - Allan Ribeiro - JS

Dom Orani: “Há uma ligação muito grande entre o esporte e a
Igreja que nos faz refletir sobre a beleza e a solidariedade”

A Vila Olímpica, na Barra da Tijuca, que abrigará os atletas durante os dias de competição, receberá uma capelania inter-religiosa para que todos tenham um espaço para culto e celebração. Segundo o cardeal, a experiência católica de se portar como uma das igrejas com maior abertura ao diálogo religioso fez com que um padre da arquidiocese fosse designado como capelão. O sacerdote irá coordenar todos os trabalhos inter-religiosos realizados no local.

Outra postura adotada durante os jogos é a celebração de missas em outros idiomas e a distribuição de folhetos para acolhimento nas igrejas próximas a Vila Olímpica e aos locais de hospedagem de turistas. Segundo dom Orani, o objetivo da ação é tornar a Igreja semeadora de paz e entendimento.

O cardeal contou, ainda, que algumas entidades internacionais procuraram a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) para desenvolver projetos sociais com as comunidades da capital fluminense, principalmente nas favelas, com enfoque na promoção humana desses locais.

A arquidiocese ficará responsável também pela organização 100 dias de Paz. Uma cruz constituída de pedaços de madeira de diversas localidades do mundo foi trazida de Londres, sede da última edição dos jogos, e será símbolo da celebração. A iniciativa engloba diversas atividades a serem realizadas antes, durante e depois dos Jogos Olímpicos, com a finalidade de atingir jovens, atletas e o público em geral, levando os valores cristãos católicos ao esporte.

2 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Allan Ribeiro, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.