Por Deniele Simões Em Notícias

Jovens atores se emocionam na estreia de musical católico

Emoção e alegria. Essas foram as palavras que marcaram a estreia do espetáculo Vivo entre nós – Um musical de Dom Bosco. O espetáculo foi encenado para uma plateia de 150 pessoas, lotando o anfiteatro do Instituto Salesiano de Pindamonhangaba, no interior paulista, na noite do dia 25 de outubro, um domingo.

Com uma hora e meia de duração, o espetáculo contou a história de São João Bosco, usando uma linguagem jovem e dinâmica, aliada a recursos como dança, música e expressão corporal.

O comprometimento e a dedicação dos atores e produtores da peça – escolhidos entre seminaristas, adultos, jovens e crianças que frequentam a Obra Salesiana local – ficaram nítidos no momento da apresentação, fazendo com que a emoção do elenco contagiasse a plateia.

Foto de: Deniele Simões / JS

Musical Dom Bosco - Deniele Simões JS (1)

Musical conta história do fundador da Congregação Salesiana e já foi apresentado no Vale do Paraíba
e capital paulista

 

Para o seminarista Rodrigo Rufino, o espetáculo foi emocionante e conseguiu mostrar um pouco do carisma salesiano, inspirado na juventude. “Dom Bosco utilizava de várias maneiras para atrair os jovens; o teatro e a música eram algumas delas”, explica.

Rufino interpretou o personagem Giovanni Cagliero, responsável por trazer a missão salesiana ao continente americano. “Foi um papel muito bonito de se fazer e foi por intermédio do meu personagem que o carisma salesiano pôde se propagar um pouco mais por todo o Brasil”, conta, emocionado.

A estudante Isabella de Freitas Silva, de 12 anos, gostou muito de ter sido escolhida para participar da peça. A jovem participou cantando e dançando em algumas cenas que retrataram os jovens auxiliados pelo fundador dos salesianos. “Foi uma experiência nova para mim e achei muito legal, porque aprendi várias coisas que eu ainda não conhecia sobre Dom Bosco.”

Alegria de ser salesiano

O irmão salesiano Thiago Ribeiro, que também faz parte do elenco, diz que é sempre uma alegria participar de qualquer evento relacionado à vida de Dom Bosco. “Acredito muito nesse musical, porque foi um trabalho bastante árduo”, diz.

Em meio a muitos ensaios e cobranças, Thiago diz que o saldo é positivo, por mostrar o legado de Dom Bosco. “Quem conhece dom Bosco encanta-se, apaixona-se e nunca deixa; a vida dele emociona, por tudo o que ele fez e foi”, acrescenta.

Para o jovem salesiano, o mais bonito em participar do espetáculo é poder levar o espírito de Dom Bosco ao coração dos outros, sobretudo às pessoas que ainda não conhecem a história do santo que inspirou e continua inspirando a juventude.

Foto de: Deniele Simões / JS

Musical Dom Bosco - Deniele Simões JS (2)

Cena retrata infância de Dom Bosco

 

O diretor do espetáculo e seminarista Ronnaldh Oliveira avalia que a apresentação foi um presente para o bicentenário de Dom Bosco e a comunidade salesiana da cidade. “Agradeço a todos aqueles que de uma forma ou de outra, direta ou indiretamente, estiveram ligados para que esse espetáculo acontecesse”, afirma.

Ainda de acordo com o diretor, o amor foi o principal ingrediente desse trabalho, somado ao foco, determinação, fé, objetivo, interação, fraternidade, profissionalismo e unidade de todos.

Ele acredita que a participação do grupo permitiu que a história da vida de Dom Bosco fosse relatada de forma significativa. “Por meio dela podemos notar, apaixonar e viver uma profunda intimidade com Deus e, enamorados de nosso Criador, proclamá-lo como fonte de vida e felicidade à juventude” conclui.

O espetáculo

O musical Vivo entre nós foi uma espécie de presente que a comunidade salesiana de Pindamonhangaba idealizou para celebrar o bicentenário de seu fundador.

Foto de: Deniele Simões / JS

Musical Dom Bosco - Deniele Simões JS (3)

Elenco do espetáculo é formado por seminaristas, jovens, adultos e crianças que frequentam a Obra
Salesiana em Pindamonhangaba (SP)

 

Com direção geral do ator e aspirante salesiano Ronnaldh Oliveira, o espetáculo tem no elenco seminaristas, jovens, adultos e crianças que frequentam o Salesianos em Pinda. Profissionais das áreas de teatro, música e coreografia também integram a produção, que tem revisão de texto dom Hilário Moser, SDB, bispo emérito de Tubarão (SC).

Na estreia, a peça teve ingresso solidário, com valores entre R$ 5 e R$ 10, mais um litro de óleo ou leite. Os gêneros alimentícios foram doados à Obra Salesiana, que assiste crianças e adolescentes na cidade.

2 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Deniele Simões, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.