Por Deniele Simões Em Notícias

Jovens envolvem-se em causas sociais e buscam exercício da cidadania

Ao longo de 2014, a juventude mobilizou-se através de inúmeras iniciativas proféticas englobando trabalhos de ação social, projetos solidários, momentos celebrativos e de evangelização.

O ano também foi de fundamental importância para as vocações jovens, através da realização de inúmeros projetos para a discussão e reflexão do tema, assim como do envolvimento da juventude nas discussões eleitorais, seja através das redes sociais ou indo às ruas para protestar.

Solidariedade

Foto de: Divulgação / Colégio Marista

Missão Solidária Marista_1 - Divulgação Colégio Marista

Nas férias de janeiro, cerca de 500 jovens, entre estudantes, educandos e ex-alunos do Colégio Marista participaram da Missão Solidária Marista (MSM). A iniciativa abrangeu comunidades em situação de vulnerabilidade social de quatro cidades brasileiras. A MSM é uma ação da Pastoral da Juventude Marista

Em maio, o Arsenal da Esperança, em São Paulo (SP), completou 18 anos com ações de estímulo à participação da juventude nas obras sociais. A Fraternidade da Esperança (Sermig) é a mantenedora do abrigo, que nasceu graças a uma parceria firmada no passado com dom Luciano Mendes de Almeida.

O carro-chefe do trabalho é o auxílio a 1.200 homens de rua. Uma grande parte dos voluntários que atuam nesse trabalho é de jovens, que enxergam no Arsenal a oportunidade de transformar suas vidas.

Foto de: Arsenal da Esperança

Arsenal Esperança_1 - Arsenal da Esperança

Quem participa tem a oportunidade de ajudar nos serviços de preparação da casa, como bazar, biblioteca, lavanderia, reciclagem, sala de medicação, entre outros. A ideia é mostrar aos acolhidos – não com palavras, mas em através de ações – que o amor é o que envolve a todos 

Instituto da Juventude

Em março, a juventude ganhou um grande aliado no trabalho de evangelização e ação social: o Instituto para a Juventude, lançado pela arquidiocese do Rio de Janeiro.

O Instituto é um dos legados deixados pela Jornada Mundial da Juventude e, por enquanto, trabalha junto ao Setor Juventude da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). A finalidade é traçar um mapa de todos os projetos voltados para os jovens presentes nas dioceses do Brasil. A ideia é identificar as principais necessidades da juventude brasileira, apoiando as iniciativas que já existem e também lançando projetos próprios.

Foto de: Alexandre Santos / JS

Instituto Juventude - Alexandre Santos JS

O lançamento oficial do Instituto para a Juventude aconteceu durante o evento Doe de Coração, na sede da Comunidade Canção Nova, em Cachoeira Paulista (SP).

Missão Jovem na Amazônia

Entre os dias 30 de novembro a 15 de dezembro, 72 jovens de todo o Brasil, participaram da primeira Missão Jovem na Amazônia. Foi uma grande oportunidade de vivência com a cultura e de contato humanitário através da missão em comunidades ligadas às dioceses de Borba, Parintins, Coari e Boa Vista.

A iniciativa foi organizada por quatro comissões da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB): Juventude, Amazônia, Ação Missionária e Missão Continental) e pelas Pontifícias Obras Missionárias (POM).

Foto de: Divulgação / Jovens Conectados

Missão Jovem Amazônia - Divulgação Jovens Conectados

A Missão Jovem na Amazônia atraiu cerca de 2.000 candidatos, com um processo seletivo que teve início no primeiro semestre. Segundo o cardeal dom Cláudio Hummes, foi uma oportunidade muito importante para os jovens que, de fato, puderam se doar no enfrentamento de situações difíceis vividas pelo povo missionado. 

Ano Vocacional Redentorista

Pela primeira vez, em 282 anos de história, a Congregação do Santíssimo Redentor realizou um Ano Vocacional Redentorista em todas as suas comunidades.

Aberto em 1º de agosto de 2013 e concluído em 9 de novembro de 2014, o Ano Vocacional foi um período de refletir e rezar sobre a grandeza do chamado de Deus para a vida de todas as pessoas.

O Ano Vocacional foi oportunidade de discernimento da vocação para os leigos e vocacionados e foi encerrado com muita alegria com uma romaria ao Santuário Nacional, no dia 16 de novembro.

Foto de: Deniele Simões / JS

Ano Vocacional Redentorista - Deniele Simões JS

Segundo a organização, o principal objetivo foi reavivar, nos próprios missionários redentoristas, a chama da vocação missionária, reconhecendo e celebrando o quanto é bom viver esse carisma tão atual na vida da Igreja. O segundo objetivo foi levar as pessoas que participam de nossa missão a refletir sobre o chamado de Deus em suas vidas.

Simpósio Vocacional

Foto de: Arquivo Regionais Simpósio Vocacional

Simpósio Vocacional - Arquivo Regionais Simpósio Vocacional

Com o tema Ide e anunciai! Vocações diversas para uma grande missão! animadores vocacionais de todo o Brasil participaram, entre os dias 16 e 18 de maio, do Simpósio Vocacional. O encontro aconteceu de forma inédita, com programação simultânea nas cinco cidades-sede e promoveu o olhar corajoso sob a ação pastoral da Igreja no setor vocacional. O Simpósio abrangeu as cinco macrorregiões que agruparam os 18 regionais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), com atividades em Brasília (Centro-Oeste), Manaus (Norte), Natal (Nordeste), Belo Horizonte (Leste) e São Paulo (Sul). 

Halleluya

Foto de: Alexandre Santos / JS

Halleluya - Alexandre Santos JS

Em julho, a reportagem do JS esteve em Fortaleza (CE), onde aconteceu o encontro de música católica Halleluya. Mais de um milhão de pessoas – especialmente jovens – acompanharam a programação do evento, que reuniu nomes expressivos como Ziza Fernandes, Rosa de Saron, Eros Biondi, Adriana Arydes, Tony Alysson, Banda Dominus, entre outros. O Halleluya aconteceu entre os dias 23 e 27 de julho, com média diária de público de mais de 200 mil pessoas. O evento aconteceu em uma megaestrutura com mais de 80 mil metros quadrados de área, na comunidade religiosa situada no Condomínio Espiritual Uirapuru (CEU), na capital cearense.

Jovens politicamente descrentes

Foto de: Tânia Rêgo / ABr

Protestos Copa - Tânia Rêgo / ABr

O ano de 2014 foi marcado pela participação dos jovens nas discussões sobre eleições nas redes sociais e em algumas manifestações nas ruas, principalmente contra a realização da Copa do Mundo. Um levantamento do Núcleo de Pesquisa em Ciências Sociais da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (Fespsp) revelou que apenas 9% dos jovens confiam nos agentes políticos e em instituições como partidos políticos, sindicatos e associações. Especialistas entrevistados pelo JS repercutiram a pesquisa e afirmam que o descrédito está ligado ao desgaste das instituições democráticas brasileiras, frequentemente associadas a denúncias de corrupção. Outra questão que desanima os jovens é a impunidade dos agentes políticos que se envolvem em atos de corrupção. 

 

 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Deniele Simões, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.