Por Deniele Simões Em Notícias

Jubileu celebra 150 anos da visitação pública do Ícone do Perpétuo Socorro

Os missionários redentoristas de todo o mundo estão unidos com o propósito de reforçar ainda mais a devoção a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Em 2016, a Congregação do Santíssimo Redentor vai celebrar os 150 anos da entrega do ícone da Mãe do Perpétuo Socorro pelo Vaticano.

 

Em 1866, o Papa Pio IX confiou aos redentoristas a missão de tornar o ícone conhecido no mundo inteiro. O mandato concedido pelo Pontífice é também chamado de início da visitação pública do ícone e será celebrado no mês de junho, a partir de uma intensa programação, com o lema Mãe do Perpétuo Socorro, Ícone do Amor!

Foto de: Portal A12

Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro em Curitiba

Missionários redentoristas de todo mundo estão
unidos com o propósito de reforçar ainda mais a
devoção a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

Os missionários redentoristas usam o ícone de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro como importante instrumento de evangelização ao redor do mundo, nos cinco continentes.

Uma das práticas mais difundidas são as novenas do Perpétuo Socorro, que reúnem milhões de fiéis ao redor do mundo em oração.

No Brasil, os destaques entre os santuários dedicados ao Perpétuo Socorro são o de Campo Grande (MS) e o de Curitiba (PR), que recebem milhares de fiéis com regularidade. Nesses locais, a novena é o carro-chefe do trabalho promovido, além das ações de cunho social.

No Congo (África), a missão foi inspirada por missionários belgas e agora já é tocada pelos missionários locais. Lá as novenas acontecem todas as quartas-feiras e, no mês de junho, ocorre também a novena solene.

Na Ásia, o trabalho com o ícone é muito abrangente, destacando-se em países como Cingapura e Filipinas, onde há um forte trabalho devocional e missionário, com vários serviços à comunidade.

Nos Estados Unidos, a prática da novena ocorre em várias localidades, com horários especiais para fiéis de língua espanhola e chinesa.

Preparativos

Entre os dias 18 e 21 de agosto acontecerá em Curitiba (PR) um encontro Latino-Americano e Caribenho com representantes de todas as (Vice) Províncias da América Latina e Caribe, membros do Conselho Geral e do Superior Geral, padre Michael Brehl.

Além das iniciativas propostas pelo Governo Geral e pela Coordenação da URB (União dos Redentoristas do Brasil), o congresso vai discutir para estimular a vivência e a celebração do Ano Jubilar do Perpétuo Socorro em toda a América Latina e Caribe.

No ano passado, um congresso internacional em Campo Grande foi a ação que deu início às discussões sobre os preparativos para o Jubileu.

Segundo padre Michael Brehl, os debates sobre o Ícone foram muito oportunos. “Foi um momento para celebrar e rezar; para receber as graças que Deus quer oferecer para cada um de nós, através da intercessão de nossa mãe do Perpétuo Socorro”.

O website do Jubileu é outra ação preparatória e pode ser acessado em vários idiomas, através do recurso de tradução simultânea. O site traz informações sobre a história do Ícone e da Igreja de Santo Afonso, em Roma, onde está o Ícone original confiado aos missionários redentoristas pelo Papa Pio XI.

História e significado do Ícone

O ícone do Perpétuo Socorro é um quadro teológico da espiritualidade bizantina que traz elementos da tradição artística greco-romana, assimilados pela comunidade cristã e em consonância com os ensinamentos do Evangelho.

A mensagem principal do ícone mostra que Maria atrai o olhar de quem observa a imagem, convidando o fiel a fundar-se na oração e na contemplação. Jesus aparece no colo de Maria, mas com um rosto maduro e incompatível com a idade.

De acordo com especialistas, a imagem mostra Cristo olhando para o céu, totalmente voltado para o Pai. A figura é a expressão da relação fundamental entre Cristo e o Pai celestial e a missão de redimir o mundo confiada a Ele.

O site oficial do Jubileu dos 150 anos já está no ar e pode ser acessado em vários idiomas, através do recurso de tradução simultânea. Nele há informações sobre a história do ícone da Mãe do Perpétuo Socorro e da Igreja de Santo Afonso, em Roma.

Acesse o site: iconoflove.businesscatalyst.com

 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Deniele Simões, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.