Por Deniele Simões Em Notícias

Juventude conduz Imagem de Aparecida a Caxias do Sul (RS)

A juventude da diocese de Caxias do Sul (RS) foi a protagonista da cerimônia de envio da Imagem peregrina de Nossa Senhora Aparecida, na manhã de 27 de julho, no Santuário Nacional.

Foto de: Deniele Simões / JS

Imagem Peregrina - Deniele Simões JS

Reitor do Santuário Nacional, padre João Batista de Almeida, entrega Imagem peregrina ao padre Rudinei
e jovens da diocese de Caxias do Sul (RS)

 

A Imagem peregrina foi enviada em preparação ao Jubileu dos 300 anos do encontro e marca também a adesão da diocese ao projeto Rota 300.

De acordo com assessor do Setor Juventude da diocese, padre Rudinei Zorzo, a Imagem permanecerá em Caxias por 74 semanas.

“Nós temos uma programação para que a Imagem vá passando em todas as 74 paróquias e vá ficando uma semana em cada uma delas, mais ou menos”, explica.

Além da visita às paróquias, a Imagem peregrina estará presente em uma série de eventos diocesanos, como a III Romaria da Juventude e Romaria Diocesana de Nossa Senhora do Caravaggio.

Com estimativa de público de até 500 jovens, a romaria terá uma caminhada de aproximadamente 20 quilômetros, entre Caxias e Farroupilha, onde está instalado o Santuário. O evento deve acontecer em maio do ano que vem.

Além dessa romaria, a Imagem será levada a outras cerimônias, como o Encontro Diocesano de Zeladoras de Capelinhas de Nossa Senhora, Encontro de Coroinhas, Dia Nacional da Juventude e o Bote-Fé do Regional Sul 3 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Projeto missionário

Para o reitor do Santuário Nacional, padre João Batista de Almeida, o envio é uma oportunidade missionária. “A Imagem está visitando as dioceses do Brasil com o propósito de preparar o grande Jubileu dos 300 anos. A gente espera que a presença de Nossa Senhora nas dioceses, especificamente, na diocese de Caxias do Sul, seja um momento de renovação dessa devoção”, pontua.

Ao se referir a devoção, padre João Batista enfatiza a vida comunitária de Igreja. “Nossa Senhora vai visitar as paróquias para que elas tenham mais vida eclesial. É a oportunidade de o povo se reunir em comunidade, reafirmar a sua fé e renovar o seu compromisso com Deus”, acrescenta.

Jovens protagonistas

Segundo padre Rudinei, ainda há muito a fazer em relação às ações voltadas à juventude, na diocese. Entretanto, ele ressalta que, desde o anúncio do Brasil como sede da JMJ, feito em 2011 pelo então Papa Bento XVI, tem havido um grande impulso em relação à participação jovem.

Ele conta que a ideia é intensificar ainda mais a presença da juventude, a partir da peregrinação de Nossa Senhora, para que os jovens se sintam cada vez mais parte da Igreja e da comunidade.

Os jovens Felipe Michelon Padilha e Fernanda Fontes participaram da cerimônia de envio no Santuário Nacional e foram incumbidos de levar a Imagem a Caxias, juntamente com o padre Rudinei.

Para Felipe, que é coordenador de comunicação da juventude na diocese, o envio é o feedback que a juventude dá a todo apoio oferecido aos jovens pela Igreja. “Mais do que levar a Imagem, é levar o que a Igreja do Brasil quer, o que a juventude do Brasil aspira para o seu futuro e para a sua vida”.

Fernanda, que é membro do Movimento de Emaús e articuladora do Setor Juventude da diocese, afirma que a presença da Mãe Aparecida em Caxias vai surtir um efeito muito grande no povo jovem que, como Maria, diz “sim”.

“A gente fala muito de ser Maria todos os dias; de não ter medo dos desafios que aparentam e existem para os jovens como Igreja. Que ela possa servir de exemplo e que continuemos nessa caminhada cada dia mais”, conclui.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Deniele Simões, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.